Os animais representados na caverna de Altamira

abril 11, 2019
Na caverna de Altamira, estão representados alguns animais que atualmente estão extintos na Europa; essa é uma demonstração de que eles existiram no Velho Continente.

Os animais representados na caverna de Altamira aparecem em uma série de pinturas rupestres de várias espécies. Tais pinturas foram feitas pelos antepassados do Homo sapiens atual, e são algumas das maiores e mais detalhadas da Europa. Isso fez da caverna um ícone mundial das capacidades artísticas desenvolvidas por humanos no período Paleolítico superior.

As pinturas rupestres da caverna de Altamira foram as primeiras encontradas na Europa. O descobrimento da caverna foi em 1868, mas foi uma década depois – em 1879 – que foram encontradas as primeiras pinturas em seu interior. Infelizmente, durante todo o século XIX essas pinturas foram consideradas falsas.

Foi a partir de 1902 que deu-se importância científica à caverna de Altamira. Isso graças ao descobrimento de outras cavernas na França com pinturas similares às de Altamira. Por isso, os cientistas mais céticos foram obrigados a aceitar a autenticidade das pinturas rupestres.

Características da caverna de Altamira

A caverna de Altamira encontra-se especificamente nas proximidades de Santillana del Mar, em Cantábria, na Espanha. A caverna é relativamente pequena, já que tem 270 metros de profundidade. Sua estrutura interna é simples, com três áreas: a entrada mais ampla, a sala grande das pinturas policromas e as salas e corredores secundários.

Por dentro da caverna de altamira
Fonte: www.elpais.com

A sala com as pinturas conta com 18 metros de comprimentos e 9 de largura. Essa sala está a apenas 30 metros da entrada. Essa área é conhecida como a Capela Sistina da Arte Quaternária. Nas salas secundárias e corredores também há pinturas rupestres, mas de menor magnitude e complexidade.

Animais representados na caverna de Altamira

As pinturas rupestres da caverna de Altamira foram feitas aproximadamente 12.000 ou 15.000 anos atrás. Por isso, são do fim do Pleistoceno, e início do Holoceno. Esse número foi estimado graças à aplicação de testes de carbono 14 no local.

Os animais representados na caverna de Altamira são, em sua maioria, espécies extintas na Espanha e no resto da Europa. Estão pintados bisões, cervos, javalis, mamutes e cavalos, todos animais de climas muito frios, porque foram representados no fim do último período glacial.

O bisão é o animal hegemônico dentro da caverna, já que há, no total, 16 exemplares de diversos tamanhos e posturas, feitos com técnicas diferentes. Quase todos estão concentrados no teto da sala principal. O artista—os artistas—representaram os bisões com muitos detalhes. Isso demonstra que eles eram muito familiarizados com a anatomia e comportamento desses animais.

O bisão encolhido é uma das pinturas mais atrativas e admiradas da caverna de Altamira. Isso porque o artista soube como deixar o animal nessa posição sem perder as proporções anatômicas. O bisão tem suas patas dobradas e sua cabeça olhando para baixo. Isso deixa o animal com uma forma encolhida. Essa pintura, em particular, mede 127 centímetros desde o chifre até o fim do rabo.

bisão na caverna de altamira
Fonte: www.tuitearte.es

A corça grande é outra das pinturas mais conhecidas da caverna. É a maior figura, com 2,25 metros de comprimento. Tem patas muito estilizadas, formadas por um traço firme e modelado, muito realista.

A grande maioria das pinturas aproveitam o relevo natural das rochas para ganhar dinamismo e volume. Tudo isso faz com que os animais representados na caverna de Altamira tenham muita mobilidade, como se estivesse com vida.

A importância dessas pinturas rupestres

A razão pela qual essas pinturas rupestres foram feitas ainda é um mistério. No entanto, existem várias hipóteses elaboradas por vários arqueólogos. A princípio, acreditava-se que era simplesmente arte, sem nenhuma razão além de serem observadas.

Agora, a hipótese mais difundida é seu possível uso como guia de caça, já que muitos animais representados têm feridas, ou lhes falta alguma pata. Isso pode ser explicado pela intervenção dos seres humanos ao caçar esses tipos de animais naquela época.

No entanto, o mais importante da caverna de Altamira não é exatamente o que as pinturas simbolizam, e sim a demonstração da cultura humana ao longo da história. O nível de detalhes dos animais representados demonstra a inteligência e as capacidades artísticas dos nossos antepassados pré-históricos.

Além disso, essas representações de animais da caverna de Altamira têm ajudado muitos pesquisadores e o público em geral a se aproximar dos ecossistemas e da fauna extinta há milhares de anos. Em resumo, as pinturas da caverna de Altamira são uma janela para a pré-história, tanto dos humanos que viveram no fim do Pleistoceno, quanto da fauna que os acompanhava.

  • Altuna, J. (2002): “Los animales representados en el arte rupestre de la Península Ibérica. Frecuencias de los mismos”. MUNIBE Antropologia-Arkeologia, N° 54: pp. 21-33. San Sebastian: Sociedad de Ciencias Aranzadi.