A aranha-lobo: habitat, comportamento e características

A aranha-lobo é incrível, e não apenas por causa de sua aparência. Aqui você encontrará todos os detalhes dessa família de aracnídeos.
A aranha-lobo: habitat, comportamento e características

Última atualização: 28 junho, 2022

É provável que as tarântulas venham à mente quando você se deparar com um desses formidáveis aracnídeos. No entanto, a aranha-lobo é classificada em outro grupo taxonômico devido a certas características únicas.

Na verdade, esses invertebrados pertencem à família dos licosídeos, palavra que vem do grego lycos, daí o apelido de “lobo” em seu nome. Mas elas não são especiais apenas por essa curiosidade, são aracnídeos com habilidades prodigiosas e é sempre uma boa ideia conhecê-las um pouco melhor, então não hesite em continuar a leitura.

Características da aranha-lobo

A aparência da aranha-lobo é impressionante, seu corpo é coberto de pelos, tem 8 olhos, apresenta facilidade de camuflagem graças aos tons acastanhados que usa e às pernas longas que passam despercebidas pelas quelíceras em seu rosto. É uma questão de lógica ter recebido esse apelido.

Essa família de aracnídeos possui 123 gêneros e 2.398 espécies diferentes.

Os exemplares dessa família costumam ser grandes e, além disso, apresentam hábitos noturnos, motivo pelo qual seu senso de visão e tato são tão bons.

Aranha lobo: veneno

Habitat

A aranha-lobo pode ser encontrada em todo o mundo (exceto nos polos), embora no Ocidente predomine o gênero Lycosa, muitas vezes confundido com tarântulas. A maior concentração desses aracnídeos, no entanto, é encontrada no estado norte-americano da Carolina do Norte.

Costumam habitar áreas arborizadas, pastagens, montanhas e desertos em uma grande variedade de climas, de preferência úmidos e quentes. Mesmo assim, cada espécie está preparada para suportar o clima de seu bioma específico.

Alimentação

Como você pode imaginar, essas aranhas são carnívoras estritas. Além disso, elas não apenas se alimentam de insetos, mas as espécies maiores podem até caçar pequenos répteis se surgir a oportunidade.

Comportamento de caça

Ao contrário de outras aranhas e devido ao seu tamanho, elas não tecem teias suspensas no ar. Em vez disso, elas criam tocas verticais no solo, onde escondem e perseguem suas presas.

Alguns gêneros, como o Pirata, recebem esse nome curioso por sua capacidade de correr pela água ou mergulhar para escapar de predadores.

Embora sejam venenosas, elas não são capazes de matar um humano adulto. Na maioria dos casos, sua mordida produz a mesma dor que uma picada de abelha. É comum que entrem às escondidas nas casas à procura de pequenos insetos e lugares escuros para se esconder.

Comportamento geral

A aranha-lobo é noturna e solitária. Ela só encontra outros de sua espécie quando chega a época de reprodução. A maior parte do dia é passada dentro de sua toca, um buraco em forma de funil no chão que ela cobre com folhas e outros detritos do solo para esconder a entrada. Também costuma cobrir as paredes com seda.

Elas também passam o inverno hibernando nessas tocas.

Graças à escavação no solo, são especialmente sensíveis às vibrações. É por isso que costumam fugir dos humanos, sendo inofensivas se não forem perturbadas. De fato, quando se sentem em perigo, são capazes de emitir um som que pode ser ouvido a 10 metros de distância, por isso é difícil perturbá-las involuntariamente.

Seus 8 olhos estão posicionados de forma a permitir uma excelente visão periférica. Como se pode esperar, são seres capazes de enxergar no escuro e usam essa habilidade para capturar suas presas com uma velocidade surpreendente.

Reprodução da aranha lobo

As aranhas-lobo procuram umas às outras durante a época de acasalamento, a primavera. Geralmente é o macho que procura a fêmea, selecionando as melhores e mais profundas tocas, pois é um bom indicador do risco de ser devorado.

Uma vez lá, eles os cortejam com movimentos rítmicos de seus pedipalpos e levantando as patas dianteiras. Quando a fêmea está pronta, o macho se coloca no cefalotórax e a fertiliza.

As fêmeas geralmente matam os machos quando a cópula termina.

Após a fecundação, as fêmeas costumam fazer um saco esférico com seda para colocar os ovos e o carrega pendurado no abdômen. Ao contrário de outras famílias de aranhas, elas mostram comportamentos de cuidado parental, carregando os filhotes em seu abdômen até a primeira muda.

Aranha lobo: veneno

Existe uma grande variedade de aranhas-lobo, algumas maiores e outras menores. Conhecer sua natureza e comportamento é essencial para entender seu papel no ecossistema e, principalmente, estar ciente de que sua aparência assustadora não é motivo para matá-las. Elas são membros muito valiosos da cadeia alimentar e sua ausência tem um impacto significativo no meio ambiente.

Portanto, se você se interessa por esses aracnídeos, saiba que o gênero Lycosidae possui espécies muito interessantes que valem a pena estudar individualmente. A partir daqui, encorajamos você a continuar investigando sobre elas, pois não vai se arrepender dos dados que encontrar.

Pode interessar a você...
10 curiosidades sobre as aranhas-camelo
Meus Animais
Leia em Meus Animais
10 curiosidades sobre as aranhas-camelo

As curiosidades sobre as aranhas-camelo são múltiplas, pois elas tiveram que se adaptar à vida em climas áridos e desérticos. Saiba mais!



  • Ibérica, F. (2017, 4 agosto). Araña lobo (Lycosa tarantula). Fauna Ibérica. Recuperado 26 de abril de 2022, de https://www.faunaiberica.org/arana-lobo
  • Jocqué, R., & Alderweireldt, M. (2005). Lycosidae: the grassland spiders. Acta zoologica bulgarica, (ssuppl. 1).
  • Rypstra, A. L., Schlosser, A. M., Sutton, P. L., & Persons, M. H. (2009). Multimodal signalling: the relative importance of chemical and visual cues from females to the behaviour of male wolf spiders (Lycosidae). Animal Behaviour77(4), 937-947.