Araponga-comum: habitat e características

A araponga-comum pertence ao gênero Procnias, composto por 4 espécies, todas elas em estado de vulnerabilidade.
Araponga-comum: habitat e características

Última atualização: 21 junho, 2022

Entre os galhos de árvores ou arbustos de angiospermas, às vezes é possível ver uma araponga-comum empoleirada. A sua presença se deve ao fato de serem a sua principal fonte de alimento na forma de drupas e bagas, complementando com invertebrados como insetos e moluscos capturados.

A araponga-comum responde ao nome científico de Procnias nudicollis e também é popularmente chamada de guiraponga, uiraponga, iraponga, ferreiro, ferrador e pássaro-campana. Um detalhe curioso sobre seu nome é que existe uma polca tradicional no Paraguai com seu nome. Da mesma forma, desde 2004 detém o título de Ave Nacional desse país.

Habitat da araponga-comum

Em relação ao habitat e distribuição, essa espécie pode ser observada no leste do Brasil e Paraguai, bem como no nordeste da Argentina. Desses três países, é mais frequente encontrá-la nas florestas tropicais e subtropicais úmidas dos dois primeiros, enquanto sua presença na Argentina é menos comum.

Características da araponga-comum

Quanto às suas características físicas, visualmente é uma ave muito marcante, pois tanto machos quanto fêmeas apresentam cores fortes em áreas de seus corpos. Graças a essa característica, essas aves podem ser diferenciadas, mas existem muitas outras como as seguintes.

Dimorfismo sexual

Como já mencionado, machos e fêmeas são facilmente diferenciados graças às cores presentes em sua plumagem. No caso dos machos, o branco é a sua cor, exceto na face e na garganta. Nessas duas áreas do corpo, observa-se uma tonalidade azul-esverdeada que é forte em comparação com o resto do corpo.

Por outro lado, as fêmeas apresentam uma tonalidade acinzentada em suas cabeças com toques de marrom, juntamente com uma tonalidade verde-oliva no topo. O resto de seu corpo apresenta uma tonalidade amarela listrada, combinada com uma cor marrom ocre resultando em uma característica curiosa.

Da mesma forma, o tamanho também serve como sinal de dimorfismo sexual, já que o macho é um pouco maior que a fêmea. No entanto, é após um ano de vida que essas diferenças entre os sexos podem ser percebidas.

Comportamento e vocalização

Ao contrário de outras aves que são encontradas em grupos, a araponga-comum é solitária. Essa característica se soma a outra: a territorialidade.

Através do canto, ela marca seu território e avisa outros machos para não entrarem nele. Além disso, o canto também permite atrair as fêmeas durante o cortejo, já que apenas os machos podem cantar, as fêmeas são totalmente mudas.

Por outro lado, seu canto é tão característico que diferencia essa espécie de outras aves que compartilham seu nicho ecológico. Em termos auditivos destaca-se a potência de seu canto, ao qual são atribuídas as qualificações de explosivo e com um tom metálico associado a um “tink”. Ao imprimir diferentes intensidades, permite reconhecer espécimes jovens e adultos.

Graças ao seu canto, é possível notar sua presença nas florestas úmidas, já que não é fácil localizá-la entre os galhos das árvores. A principal razão é que essas aves preferem ficar nas copas mais altas. No entanto, elas têm um horário de acordo com o qual podem ser ouvidas pela manhã e à noite.

Reprodução

Sua estação reprodutiva abrange os meses de primavera e verão, durante os quais ocorrem o cortejo e o acasalamento subsequente. Antes da postura, elas constroem o ninho, cujas dimensões se aproximam a 16 cm de diâmetro nos galhos das árvores que atingem de 5 a 7 metros de altura.

Após a postura, o período de incubação ocorre nos 23 dias seguintes. Uma vez que os filhotes emergirem do ovo, a fêmea será a única responsável por seus cuidados e alimentação.

Alimentação

Anteriormente, foi indicado que seu alimento por excelência são bagas e frutas. No entanto, essas aves complementam sua dieta caçando pequenos invertebrados (predominantemente insetos e moluscos).

A captura de presas geralmente ocorre quando a araponga-comum está em voo. Depois disso, elas se acomodam e as devoram. Da mesma forma, para evitar problemas de peso durante o voo, essas aves regurgitam as maiores sementes dos frutos ingeridos.

Estado de conservação

Atualmente, Procnia nudicollis foi listada como uma das espécies quase ameaçadas, o que implica que pode estar em perigo no futuro próximo. No entanto, isso não significa que essa espécie esteja atualmente incluída na categoria de status criticamente ameaçada, apesar do fato de sua população estar em declínio.

Essa categoria indicaria que a situação atual da população seria de estado extremo e que poderia desaparecer em breve.

Como visto, a araponga-comum está presente em diferentes regiões de dois países sul-americanos, Paraguai e Brasil. Já foi explicado como reconhecer o canto dessa espécie, mas resta acrescentar que é mais fácil de ouvi-lo durante o inverno e mais complicado à medida que o calor se aproxima.

Além disso, vimos que o canto é um de seus recursos mais poderosos, tanto para marcar seu território quanto para cortejar as fêmeas.

Pode interessar a você...
Salmonelose em aves: causas, sintomas e tratamento
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Salmonelose em aves: causas, sintomas e tratamento

A salmonelose em aves é uma condição relativamente comum. Deve ser tratada o mais rápido possível, pois sua taxa de mortalidade é muito alta.