Barbeiro, o transmissor da doença de Chagas

agosto 15, 2019
A doença de Chagas é uma doença que ocorre principalmente na América do Sul, e a maior causa de transmissão é o barbeiro.

A doença de Chagas está presente principalmente nas áreas rurais da América do Sul, e quase toda a culpa pela sua propagação recai sobre um pequeno inseto: o barbeiro.

‘Barbeiro’, ‘chupão’, procotó, potó,… O barbeiro tem uma infinidade de apelidos, uma vez que em cada região ele é chamado coloquialmente de uma maneira diferente. Geralmente, pica o rosto ou o pescoço, daí o seu nome.

Ao picar uma pessoa, costuma deixar excrementos contaminados na superfície da pele, que podem atingir o organismo através da ação de coçar, ao tocar os olhos, ou simplesmente se houver um pequeno corte na pele.

Como o barbeiro transmite a doença de Chagas?

A causa deste problema é um micro-organismo parasita encontrado nas fezes do barbeiro, chamado Trypanosoma cruzi. O inseto portador é aquele que, ao picar, defeca na mesma área com sangue onde está ocorrendo a picada.

Barbeiro visto de perto

Para que um barbeiro possa picar de forma eficaz, ele precisa de aproximadamente 20 minutos. Durante o dia, com a pessoa em movimento, isso seria praticamente impossível; então, eles usam o silêncio da noite para realizar o ataque enquanto a pessoa está dormindo.

Como é muito comum que esse inseto pique o rosto, o contágio é mais eficaz, já que geralmente coçamos a área e assim, sem querer, espalhamos as fezes em cima da própria picada. O contágio também pode ocorrer ao tocar os olhos ou o nariz com as mãos contaminadas.

Um dos animais mais afetados pela picada do barbeiro são as aves, que são o seu principal meio de transporte para chegar às cidades.

Os pombos, em particular, são a espécie que mais sofre com este parasita, e são raras as cidades que não tenham milhares desses pássaros voando sobre as suas ruas.

Sintomas da doença de Chagas

É uma doença fácil de tratar e de curar, com sintomas iniciais tão comuns quanto febre, vômitos, desconforto corporal, diarreia, erupção cutânea, pálpebras inchadas ou dor em diferentes partes do corpo, tais como pescoço ou cabeça.

Sintomas da doença de Chagas

Se for tratada a tempo, todas as consequências serão reduzidas a esses sintomas, mas se isso não for feito, a situação pode se agravar até o ponto de causar batimentos cardíacos irregulares que podem causar a morte súbita.

Também aumentam as chances de sofrer um acidente vascular cerebral, um bombeamento ruim devido a um coração aumentado, ou ainda problemas no sistema digestivo que levam a uma constipação significativa.

Diante desses sintomas comuns, é necessário fazer um exame de sangue para diagnosticar a doença. Se for diagnosticada, mais exames costumam ser realizados em diferentes órgãos para descartar possíveis erros.

Como evitar a propagação da doença?

Atualmente, não existe medicamento ou vacina capaz de impedir o desenvolvimento da doença de Chagas no nosso organismo.

A única coisa que pode ser feita é evitar dormir em áreas muito expostas à natureza ou com telhados de palha.

A melhor opção é usar produtos repelentes de insetos, principalmente na hora de dormir, que é quando esse inseto costuma atacar. De qualquer forma, se encontrarmos uma picada no rosto e suspeitarmos de que possa ser de um barbeiro, o melhor a fazer é consultar um médico.

Outros métodos de contágio além do barbeiro

Além do contágio através da picada do inseto, esta doença também pode ser transmitida de mãe para filho durante a gravidez, por meio de transfusões de sangue que contenham esse micro-organismo, ou por via oral, embora a forma mais comum e perigosa seja através do temido barbeiro.

Unidiversidad.Vinchucas: Cómo combatir al vehículo del mal de Chagas. 5 enero 2018.

  • unidiversidad.com.ar/vinchucas-en-el-centro

Medlineplus. Enfermedad de Chagas. 29 mayo 2019.

  • medlineplus.gov/spanish/chagasdisease.html

Infochagas. Lo que hay que saber sobre la enfermedad de Chagas.

  • infochagas.org/que-es