Benefícios de abraçar o seu animal de estimação

abril 26, 2019
Abraçar o seu animal de estimação pode lhe trazer grandes benefícios. Mas e se eles não forem receptivos aos abraços? Se o seu animal de estimação não quiser ser abraçado, você ainda pode obter efeitos positivos simplesmente acariciando e conversando com ele.

Recentemente, você pode ter ouvido que os pesquisadores determinaram que é melhor não abraçar o seu animal de estimação. Porém, embora possa ser verdade que alguns cachorros não gostam de ser abraçados, sempre é importante ler a linguagem corporal do seu bichinho, pois vários deles gostam de receber este gesto especial.

Além disso, você também pode obter alguns benefícios significativos e surpreendentes ao abraçar o seu animal de estimação. Aqui estão alguns dos efeitos mais interessantes que ocorrem quando você distribui abraços.

Efeitos surpreendentes de abraçar o seu animal de estimação

O ato de abraçar o seu animal de estimação é muito relaxante, não só para a mente, mas também para o corpo. Durante um abraço, a frequência cardíaca é reduzida e o cérebro libera ocitocina. Isso acontece em humanos e cachorros, e tem um impacto muito significativo no organismo.

Quando as reações ao estresse são acalmadas pela diminuição da frequência cardíaca e pela onda de hormônios do ‘bem-estar’, o corpo para de trabalhar excessivamente e, assim, ajuda a reduzir os desconfortos físicos, tais como a dor ou a fadiga.

O abraço dá a ambas as partes um sentimento de pertencimento

Uma coisa que os abraços fazem tanto para os animais de estimação quanto para as pessoas é oferecer a sensação de estar conectado à outra parte. Como animais, os animais de estimação normalmente confiam no tato para comunicar um sentimento de pertencimento e satisfação. Os humanos também são assim em muitos aspectos.

Por exemplo, estudos científicos provam que os bebês que têm bastante contato pele a pele com a mãe durante o seu primeiro ano de vida são menos propensos a desenvolver distúrbios do sono, cólicas, e podem até mesmo ter uma menor probabilidade de contrair resfriados ou febre.

Mulher abraçando seu gato

Tudo isso se deve ao sentimento profundo que isso nos faz sentir, como se estivéssemos no lugar ao qual pertencemos. Há muitas histórias de cachorros resgatados que tinham medo de humanos, até que pessoas pacientes usaram o toque gentil para lentamente ensinar-lhes a confiar nelas.

Abraçar o seu animal de estimação cria um maior senso de autoestima e amor

Não é nenhum segredo que os humanos usam os abraços como uma maneira de expressar conexão, afeto e amor. Receber muitos abraços pode fazer com que nos sintamos mais seguros e dignos de amor, principalmente porque isso nos diz que fizemos algo para que os outros quisessem expressar afeição por nós.

Embora os animais de estimação não se abracem exatamente, eles reconhecem o abraço como uma forma de os humanos demonstrarem afeto e aprovação. Quando você os abraça, eles sentem vontade de fazer algo que fez com que você quisesse se conectar com eles imediatamente.

Isso lhes dá uma sensação de segurança na sua amizade e aumenta a confiança. Para um animal de estimação, sentir-se amado é uma das questões fundamentais para ter uma qualidade de vida alta.

Abraçar o seu animal de estimação pode ajudar a abandonar maus hábitos

Outro exemplo de como abraçar o seu animal de estimação pode oferecer benefícios surpreendentes é que isso pode ajudá-lo a abandonar alguns maus hábitos. Por exemplo, se um cachorro esteve em um abrigo, na rua ou em um lar abusivo anteriormente, é provável que ele tenha alguns hábitos prejudiciais.

Menina abraçando seu cachorro

Eles podem ter acidentes instintivamente devido ao medo ou podem se tornar agressivos em torno das pessoas. Ensinar que eles podem confiar e abraçá-los pode ser uma maneira de ajudá-los a se sentirem seguros o suficiente para deixar de destruir os seus pertences por causa da ansiedade.

Como tocar um animal de estimação que não quer abraços

No início deste artigo, mencionamos que alguns cachorros não gostam muito de ser abraçados. Há veterinários e especialistas em comportamento canino que chegaram à conclusão de que abraçar pode fazer com que um cachorro se sinta preso e ansioso.

Aprender a ler a linguagem corporal do seu cachorro pode te ajudar a determinar se ele quer ou não ser abraçado em um determinado momento. Por exemplo, se o seu cachorro retira o corpo do seu peito quando você está dando um abraço ou se ele mantém o rosto longe do seu, provavelmente não quer ser abraçado.

Veja se há sinais, como orelhas apontando para cima, se ele se afasta de você quando você se aproxima para um abraço, ou qualquer gemido ou grunhido. Esses sinais mostram que um cachorro não está interessado em ser abraçado, e não há problema algum nisso. Você ainda pode demonstrar o seu afeto pelo seu cachorro.

Assim, se você não tem certeza de que o seu cachorro está interessado em um abraço, você também pode proporcionar muitos benefícios excelentes coçando a sua barriga ou com um tapinha na cabeça.

  • https://www.nytimes.com/2016/04/28/science/can-you-hug-your-dog-yes-but.html
  • https://company.justfoodfordogs.com/top-ten-reasons-why-you-should-hug-a-dog-today/