Características do porco-do-mar

fevereiro 17, 2020
O porco-do-mar é, sem dúvida, um dos reis em termos de esquisitices do fundo do mar. Saiba mais sobre ele a seguir.

De todos os animais que habitam as profundezas do oceano, este é, sem dúvida, um dos mais estranhos e curiosos. Hoje, falaremos especificamente sobre algumas das principais características do porco-do-mar.

Eles pertencem ao gênero Scotoplanes e há três espécies conhecidas: S. globosaS. angelicus e S. mutabilis. Este gênero de animais pertence ao grupo Equinoderma, por isso são parentes do pepino-do-mar, estrela-do-mar e ouriços-do-mar.

Os porcos-do-mar ainda representam um mistério que os cientistas não conseguiram esclarecer completamente, mesmo estando presentes em todos os oceanos do mundo.

Características do porco-do-mar

Descobertos há mais de um século, esses pequenos animais medem entre 5 e 20 centímetros. Sua aparência arredondada e cor-de-rosa os levou a ganhar o nome de ‘porco-do-mar’. Eles têm pares de patas alongadas na forma de tubos, com capacidade de inflar e desinflar hidraulicamente.

Esse número de anexos varia de acordo com a espécie, mas geralmente vai de 5 a 7 pares. São esses apêndices que os ajudam a percorrer o fundo do mar.

No topo da cabeça, os porcos-do-mar têm estruturas semelhantes a antenas. Na verdade, elas funcionam como apêndices auxiliares que os ajudam a pegar impulso nas correntes oceânicas, e também acredita-se que desempenhem um papel como sensores químicos para a detecção de alimentos frescos.

Alimentação

Por viver no fundo do oceanoo porco-do-mar se alimenta principalmente de partículas orgânicas provenientes da decomposição de outros organismos. Usando alguns tentáculos que têm na boca, eles peneiram a areia e ingerem a comida.

Características do porco-do-mar
Fonte: http://www.10tons.dk

Há um fenômeno envolvendo os porcos-do-mar que ocorre apenas quando há muita comida, como quando uma carcaça de baleia atinge o fundo do oceano. Nesse momento, é possível observar um grande grupo de porcos-do-mar se alimentando ao redor do cadáver.

O engraçado é que todos os porcos-do-mar se orientam para a mesma direção nessas situações. Estudos científicos revelam que isso pode acontecer porque o porco-do-mar se orienta em direção à corrente para encontrar a melhor situação para se alimentar.

Onde podemos encontrar o porco-do-mar?

Mencionamos anteriormente que este é um animal extremamente raro, mas não nos referíamos ao número de exemplares. Este animal habita todos os oceanos do mundo. No entanto, para ver um, você terá que entrar em águas profundas, especificamente entre 3.000 e 5.000 metros de profundidade.

Porco-do-mar visto nas profundezas
Fonte: https://www.nauticalnewstoday.com/

O porco-do-mar é especialmente comum nas planícies abissais do Atlântico, Pacífico e Oceano Índico. Sua presença também está relacionada ao que acontece na superfície, pois quando as condições na superfície são adversas, a população de porcos-do-mar aumenta.

O motivo é simples: se as condições forem adversas, a taxa de mortalidade de animais que vivem em uma profundidade rasa aumenta, de modo que mais alimentos chegam ao fundo do oceano. Esta é uma vantagem evolutiva para o porco-do-mar.

Ele está ameaçado?

Como uma das características do porco-do-mar é o fato de que ele possui um alto grau de presença no oceano, ele atualmente não corre risco de extinção. No entanto, a pesca de arrasto em profundidade está diminuindo as suas populações.

Estima-se que entre 300 e 600 espécimes sejam capturados com esta técnica de pesca. Isso diminui a possibilidade de que esses animais possam ser consumidos por outras espécies, embora constituam a base da sua alimentação.

  • Hollis, D. J., Edgington, D., & Cline, D. (2016). Automated Detection of Deep-Sea Animals. Digital Commons, http://digitalcommons. calpoly. edu/star/370.

 

  • Hansen, B. (1972, June). Photographic evidence of a unique type of walking in deep-sea holothurians. In Deep Sea Research and Oceanographic Abstracts (Vol. 19, No. 6, pp. 461-IN3). Elsevier.