Caruncho-do-trigo, a ‘praga da despensa’

outubro 7, 2019
O caruncho-do-trigo faz parte da família Curculionidae. Esta família de coleópteros herbívoros tem alguns membros responsáveis ​​pelas pragas das plantações e é perigosa para a agricultura.

Os carunchos constituem um conjunto de coleópteros da família Curculionidae. Dentro deste grupo, existem subgrupos diferentes. O subgrupo do caruncho-do-trigo pertence ao gênero Sitophilus.

Características gerais do caruncho-do-trigo

O caruncho-do-trigo é um subgrupo pertencente à ordem Coleoptera e à família Curculionida. Todos os espécimes das três espécies têm um tamanho que varia entre 2 e 4 milímetros.

Uma peculiaridade desse grupo é o seu focinho alongado, que se adapta ao tamanho do grão. As três espécies deste subgrupo têm um tom marrom-escuro, embora cada uma tenha alguma característica própria.

Infestação

As infestações ocorrem tanto na importação de grãos ou cereais quanto nas plantações ou nas lojas que armazenam os alimentos, ou nos próprios veículos de transporte.

Dependendo da espécie, elas podem ser encontradas em alguns locais ou em outros.

Características gerais do caruncho-do-trigo

As fêmeas depositam um único ovo dentro do grão e o selam com uma secreção mucilaginosa. A fase larval e o período da pupa ocorrem dentro do grão. No entanto, quando o caruncho-do-trigo está desenvolvido, sai do casulo.

Quando o caruncho-do-trigo precisa sair do interior do grão, ele faz um grande buraco. Este buraco é um dos sinais que confirmam a sua presença.

Sitophilus granarius ou caruncho-do-trigo

Este besouro tem um tom marrom-escuro, quase preto, com um toque brilhante. Sua tonalidade é mais clara que a das outras duas espécies. Além disso, carece de manchas no corpo.

Sitophilus granarius

Embora seu corpo seja alongado e cilíndrico, não excede os 4 milímetros, nem é inferior a 2 milímetros. Outra característica é que esta espécie não possui asas, como outras da sua família.

Embora o caruncho-do-trigo não voe, as suas infestações ocorrem tanto na importação de grãos e cereais quanto nas lojas que armazenam as colheitas, ou nos próprios veículos de transporte: ele não se alimenta do grão plantado no campo.

As condições de reprodução do caruncho-do-trigo são muito específicas. Eles exigem uma temperatura entre 13 ºC e 35 ºC. Por outro lado, outra condição é que o grão tenha um teor de umidade de 9,5%.

Habitat e distribuição

Os gorgulhos do trigo podem ser localizados em diferentes tipos de climas, com mudanças de temperatura.

Observou-se que espécimes adultos e jovens são resistentes a climas com baixas temperaturas. Nem todas as espécies deste subgrupo toleram o frio.

Consequências da presença do caruncho-do-trigo

Os carunchos-do-trigo são pragas primárias. Isso implica que eles não apenas atacam os grãos, mas também infectam outros produtos feitos a partir deles. Por exemplo, o macarrão.

Tanto os adultos quanto os filhotes se alimentam do grão e, consequentemente, o contaminam com suas excreções.

Os grãos infectados com o caruncho-do-trigo são facilmente reconhecidos devido aos grandes orifícios causados ​​pela saída dos espécimes adultos. Esses grãos não são comercializáveis, o que causa um importante impacto econômico.

Sitophilus oryzae ou caruncho-do-arroz

Os adultos desta espécie têm um corpo marrom-escuro com protuberâncias. Ele possui manchas amareladas e o seu comprimento varia entre 2,5 e 4 milímetros.

Sitophilus oryzae ou caruncho-do-arroz

Externamente, não é possível diferenciar as espécies Sitophilus oryzae e Sitophilus zeamais. A única maneira de diferenciá-las é fazer uma dissecação dos órgãos genitais.

Esta espécie também tem condições ideais para se desenvolver.Eles exigem temperaturas entre 15 ºC e 34 ºC, bem como valores de umidade relativa acima de 40%.

Sitophilus zaemais ou caruncho-do-milho

O caruncho-do-milho pertence ao subgrupo de carunchos-do-trigo e é o menor dos três. O Sitophilus zaemais está distribuído em regiões tropicais e subtropicais.

Sitophilus zaemais ou caruncho-do-milho

Às vezes, quando estão em alimentos já armazenados, podem ser transportados para zonas temperadas. Esta espécie se alimenta do milho na própria plantação.

Danos derivados dos carunchos

Se a expansão de qualquer uma dessas espécies não for controlada, as repercussões podem ser extremamente importantes. Atualmente, existem diferentes planos para lidar com essas espécies, incluindo um bom sistema de armazenamento.

O dano que eles causam é característico, e não é outro senão o orifício feito pelo inseto para sair do grão. Além disso, eles também se alimentam do próprio grão. Isso gera umidade e aquecimento do grão, o que atrai outros tipos de insetos e fungos.

A consequência no âmbito econômico é importante, uma vez que essas pragas reduzem a qualidade do grão e, portanto, sua comercialização. Acima de tudo, sua erradicação é difícil.