Os cavalos podem interpretar expressões e emoções humanas

setembro 25, 2019
Os cavalos podem interpretar nossas emoções a partir das expressões faciais, da postura corporal e do nosso tom de voz

Os cavalos são animais muito receptivos e sensíveis aos estímulos do seu ambiente. Os cavalos podem interpretar nossas expressões e, unindo-as ao tom da nossa voz, conseguem perceber as emoções humanas.

Como os cavalos conseguem interpretar as emoções humanas?

Os cavalos são capazes de interpretar as nossas emoções. Por serem animais sociais, aprenderam a identificar e a se comunicar com seus pares e humanos, com quem vivem há milhares de anos.

Além de interpretarem a expressão facial da pessoa, eles também a integram ao tom de voz, quer eles já a conheçam ou não. Eles são capazes de relacionar um rosto amigável com um tom de voz calmo, ou um rosto bravo com grunhidos e gritos.

Como os cavalos conseguem interpretar as emoções humanas?

Diante de estímulos negativos, como um rosto zangado, os cavalos viram a cabeça e olham de lado com o olho esquerdo, pois é o hemisfério cerebral direito que processa os sinais de ameaça.

Seu batimento cardíaco também fica acelerado e ele fica inquieto, com sinais claros de estresse. Essa especialização do cérebro ajuda a antecipar situações negativas.

Os cavalos são animais comunicativos

Na natureza, os cavalos costumam viver em grupos liderados por uma égua e são presas de outros animais. Então, eles desenvolveram uma linguagem completa para se comunicarem entre si.

A principal forma de comunicação desses equídeos é a visual. Os cavalos podem interpretar a linguagem corporal de seus companheiros pela posição das suas orelhas, cabeça, pernas e corpo em geral. A comunicação auditiva também é muito importante.

Cavalos correndo sob o sol

Os cavalos relincham, rugem e emitem uma série de sons guturais para transmitir diferentes sensações:

  • Comunicar a sua localização ao resto do grupo.
  • Avisar outro cavalo a respeito de um perigo.
  • Dar boas-vindas a outro indivíduo.
  • Transmitir carinho ou felicidade.
  • Como um sinal de cortejo.
  • Para encontrar os filhotes.

Sim, os cavalos podem interpretar as emoções humanas humanas

Nós podemos nos comunicar com os cavalos através da linguagem facial, corporal e do tom da nossa voz, já que eles podem interpretar as emoções humanas. É esse o fato que guiou Monty Roberts ao longo de sua carreira profissional. Ele se tornou conhecido como o homem que ouve os cavalos.

Roberts é um famoso especialista em treinamento de cavalos em equitação e adestramento natural, que baseou todo o seu trabalho na comunicação com o cavalo.

Dessa maneira, ele estabelece uma relação de respeito e entendimento entre o equino e o humano, deixando para trás conceitos como dominância ou punição, métodos que somente atingem o medo e a frustração dos animais.

A linguagem equina de Monty Roberts

Seu método é chamado de join up (união) e follow up (acompanhamento), e tem como objetivo estabelecer uma parceria voluntária entre o cavalo e o homem, sem o uso de dor ou força, para fazer o cavalo aceitar uma sela, um freio e uma pessoa sobre ele.

Tudo isso não é novo. A linguagem do cavalo, chamada equs, é baseada em um sistema de sinais e foi inventada pelos índios da tribo Chikasaw, e depois usada por cavaleiros de todo o mundo.

Essa linguagem tem três tipos de sinais básicos: posturas corporais – que incluem os movimentos da cabeça, olhos, lábios e ouvidos -, rabo e sons. Roberts identificou mais de 170 gestos por meio dos quais o ser humano pode se comunicar com os cavalos.

Como você pode ver, a comunicação com o cavalo é uma ação recíproca. Cavalo e humano são emissores e receptores de informações.

O homem, através de seus gestos, sua postura e sua voz, faz com que os cavalos possam interpretar e responder através da posição de seus ouvidos, cabeça e corpo, além de relinchar.

  • Smith, Amy Victoria, Proops, Leanne, Grounds, Kate, Wathan, Jennifer and McComb, Karen (2016) Functionally relevant responses to human facial expressions of emotion in the domestic horse (Equus caballus). Biology Letters, 12 (2). p. 20150907.
  • Kosuke Nakamura, Ayaka Takimoto-Inose, Toshikazu Hasegawa. Cross-modal perception of human emotion in domestic horses (Equus caballus). Scientific Reports, 2018.
  • Feist, J. D., & McCullough, D. R. (1976). Behavior patterns and communication in feral horses. Zeitschrift für Tierpsychologie, 41(4), 337-371.
  • Monty Roberts. El hombre que escucha a los caballos, 2017.