Os 10 animais mais agressivos do mundo

Os animais mais agressivos do mundo não são maus, mas você também não vai querer ficar perto de nenhum deles. Conheça alguns deles em detalhes aqui.
Os 10 animais mais agressivos do mundo

Última atualização: 04 Setembro, 2021

Os animais mais agressivos do mundo poderiam formar uma lista interminável, mas, quando consideramos critérios objetivos, são poucos. Neste artigo, tomaremos o termo agressividade como a ausência de medo de enfrentar outros seres maiores, mais fortes ou mais letais. Por outro lado, também levamos em consideração a capacidade de atacar outros animais perigosos.

A natureza é um lugar hostil, onde a agressividade pode ser a única maneira de sobreviver em certas situações, seja para se proteger ou simplesmente pela necessidade de comer. A seguir, você poderá aprender sobre alguns exemplos característicos desse temperamento.

Os 10 animais mais agressivos do mundo

Você pode estar pensando que os animais listados aqui são enormes e têm garras e presas afiadas. Contudo, muitas vezes a agressividade não depende tanto de armas naturais quanto de ter muito a perder. Os membros desta lista vão surpreender você.

1. Hipopótamos (Hippopotamus amphibius)

Apesar de serem herbívoros e pesarem em média 500 quilos, os hipopótamos competem agressivamente com predadores como leões e crocodilos. É um animal solitário e extremamente territorial, pois necessita de grandes quantidades de comida por dia e é responsável por livrar sua área de crocodilos, jacarés ou outros animais fortes que se aproximarem da costa.

O hipopótamo é o grande mamífero mais mortal do mundo, pois se estima que 500 pessoas morrem devido a interações com esse animal por ano na África.

 

Um dos animais mais perigosos do mundo.

2. Cobra-real (Ophiophagus hannah)

Os ofídios, em geral, precisam ser agressivos para obter comida. Porém, o caso da cobra-real é especial: ela é ofiófaga, ou seja, outras cobras fazem parte de sua dieta (inclusive cobras da mesma espécie). Obviamente, para caçar cobras não se pode ser dócil.

Seus dentes injetam grande quantidade de veneno neurotóxico, paralisando progressivamente a vítima até causar uma parada cardíaca ou respiratória.

 

Um dos animais mais agressivos do mundo.

3. Glutão (Gulo gulo)

Também conhecido como carcaju, o glutão é um mustelídeo famoso por sua incrível força e ferocidade. Alimenta-se de presas muito maiores do que ele, como ungulados ou outros carnívoros. É um animal solitário, onívoro e necrófago, pois, se não encontra presas, ele se alimenta de bagas, ovos e cadáveres.

4. Foca-leopardo (Hydrurga leptonix)

Esses focídeos estão entre os mais ferozes de sua família, pois precisam comer grandes quantidades de alimento vivo nos habitats antárticos que povoam. Eles caçam tudo que couber em sua boca (lulas, peixes e até carniça) e são nadadores ágeis, prontos para pegar as presas mais rápidas.

Seu grande tamanho (uma grande fêmea pode chegar a 4 metros e 500 quilos) permite que esses mamíferos se alimentem de pinguins, incluindo o imperador. Além disso, a grande velocidade que alcançam debaixo d’água lhes dá a capacidade de caçar suas vítimas durante o mergulho.

Esses mamíferos podem atacar filhotes de outras espécies de focas.

 

Um dos animais mais agressivos do mundo.

5.  Vespa-gigante-asiática (Vespa mandarinia)

Esse enorme himenóptero atinge 5 centímetros de comprimento e é capaz de caçar em grupos quando a colônia é grande o suficiente. Seu veneno é muito poderoso e dissolve os tecidos de suas presas para que possam ser comidos mais facilmente.

Essa vespa invade colmeias de abelhas para se alimentar delas e os dados são assustadores: 10 vespas podem matar 10 000 abelhas. A espécie ataca até a espécie Vespa simillima xanthoptera para comer suas larvas. Se um ser humano levar várias picadas simultaneamente, poderá ter problemas sérios.

 

6. Mangustos (Herpestidae)

Essa família de mustelídeos também é conhecida por sua ferocidade. No entanto, é um daqueles casos em que não poderia ser diferente: os mangustos têm de enfrentar a cobra-real, que os ataca. Eles são imunes ao seu veneno e não hesitam em enfrentá-la, por vezes vencendo o confronto.

 

Herpestidae é uma família de um dos animais mais agressivos do mundo.

7. Ratel (Mellivora capensis)

Como você pode ver, os mustelídeos estão muito presentes nesta lista, pois seus hábitos de vida exigem que sejam um dos animais mais agressivos que existem. O ratel ou texugo-do-mel é um dos mais conhecidos do grupo, pois possui mandíbulas capazes de perfurar a carapaça de uma tartaruga, além de seu notável gosto por atacar colmeias para comer mel.

8. Babuíno

Esses primatas da família Cercopithecidae também são conhecidos como babuínos. Sua agressividade, além de se dever ao seu caráter oportunista na alimentação, é necessária para sobreviver nas fortes hierarquias formadas dentro de seus grupos. Às vezes, o maior desafio está na própria estrutura social da espécie.

A organização social dos babuínos se caracteriza pela formação de haréns, onde prevalece a agressão, por machos dominantes.

 

O babuíno é um dos animais mais perigosos do mundo.

9. Texugo-europeu (Meles meles)

Esse mamífero, gregário e noturno, também tem o hábito de atacar os favos de mel das abelhas. Sua agressividade é defensiva, pois possui uma pele forte o suficiente para resistir a ataques e mandíbulas poderosas, de forma que é capaz de escapar de qualquer confronto causando muitos danos.

 

O texugo é um dos animais mais perigosos do mundo.

10. O musaranho Suncus murinus

A família Soricidae, à qual pertencem os musaranhos, é composta de pequenos mamíferos com um metabolismo incrivelmente rápido que os obriga a comer constantemente para não morrer de fome. Por exemplo, um indivíduo de 3 gramas deve consumir 9 gramas (3 vezes o seu peso) de insetos por dia para se manter saudável.

O musaranho Suncus murinus se alimenta principalmente de insetos. Sua enorme voracidade, aliada à sua forte territorialidade, fazem dele um forte defensor de sua área. Ele expulsa seus congêneres e possíveis predadores, que enfrenta indiferentemente.

A agressividade nos seres vivos é um termo enganoso e bastante suscetível a conotações antropomórficas. Quando falamos dos animais mais agressivos, tendemos a incluir dados sobre ataques a humanos, mas não devemos desconsiderar que a maioria deles precisa se defender de nós. Isso não os torna seres malvados, apenas animais que devemos evitar quando invadirmos sua casa.

Pode interessar a você...
Os crocodilos são agressivos?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Os crocodilos são agressivos?

Os crocodilos são os maiores répteis de toda a fauna. Embora não seja um animal agressivo, as precauções são essenciais para as pessoas que os abor...