Diabo-espinhoso: informações e características

junho 16, 2020
O diabo-espinhoso é um animal peculiar que habita as regiões arenosas do Grande Deserto da Austrália. Neste artigo, você vai aprender sobre todas as características deste lagarto coberto de espinhos.

O diabo-espinhoso é um lagarto muito curioso. Até o momento, a única espécie conhecida é a do gênero Moloch, da família Agamidae. Esse animal também é conhecido como dragão-espinhoso, demônio da montanha, lagarto australiano ou lagarto espinhoso.

O nome científico do diabo-espinhoso é Moloch horridus e foi inspirado no poema épico de John Milton, Paradise Lost. No poema de Milton, o personagem Moloch é retratado como uma criatura hedionda: o maior guerreiro dos anjos rebeldes.

Embora o diabo-espinhoso não seja nenhum deus da guerra, os espinhos em seu corpo são, sem dúvida, sua característica mais marcante. Esses espinhos evoluíram como um mecanismo de defesa contra possíveis predadores.

Os espinhos do diabo-espinhoso são bastante afiados e possuem listras marrons e douradas. Apenas dois espinhos do corpo do diabo-espinhoso são sustentados por ossos, os quais estão localizados na região do crânio. No resto do corpo, os espinhos não têm osso.

Em geral, o corpo do diabo-espinhoso é de cor marrom arenosa, com algumas áreas mais escuras entre os espinhos. Como muitas outras espécies, a cor do animal é determinada por seu habitat. Os tons marrons acinzentados do diabo-espinhoso permitem que ele se camufle para evitar predadores.

Como esse animal vive em áreas secas, a textura do corpo também ajuda a reter e absorver a água. A água se condensa na superfície espinhosa do corpo e é absorvida para manter o animal hidratado.

Diabo-espinhoso: habitat.

Um diabo-espinhoso adulto mede de 9 a 10 centímetros de comprimento. No entanto, as fêmeas são muito mais longas. Uma fêmea adulta mede de 8 a 20 centímetros de comprimento e pesa aproximadamente 46 gramas.

Habitat do diabo-espinhoso

Os diabinhos vivem no Grande Deserto Arenoso australiano, localizado na região oeste da ilha. Essa área, no estado da Austrália Ocidental, é escassamente povoada por seres humanos e possui uma fauna única no mundo.

O diabo-espinhoso geralmente vive nas planícies e é encontrado próximo a matas de solo arenoso, desde que não sejam regiões rochosas. Os diabos-espinhosos são encontrados principalmente nas regiões oeste e norte do Grande Deserto Australiano.

Esses animais têm hábitos diurnos. Embora não sejam animais migratórios, também não são totalmente sedentários. O diabo-espinhoso é um animal seminômade que se move de acordo com a disponibilidade de formigas no território.

Nos meses de temperatura média, de março a maio e de agosto a dezembro, o diabo-espinhoso vive nos arbustos. Nesses períodos, esses animais passam os dias comendo uma imensa quantidade de formigas. Todos os dias, na primavera e no outono, um diabo-espinhoso segue a mesma rota para comer formigas.

Por outro lado, nos meses mais quentes e mais frios, de janeiro a fevereiro e de junho a julho, respectivamente, o diabo-espinhoso prefere ficar a maior parte do dia em tocas que ele mesmo escava.

Diabo-espinhoso: reprodução.

O diabo-espinhoso é um lagarto insetívoro que se alimenta apenas de formigas. Sua tática de predação é bastante simples e envolve pouco risco para a sua sobrevivência. Depois de encontrar um local confortável perto de seu abrigo, o diabo-espinhoso fica sentado e espera que as formigas passem.

É claro que, sendo insetos tão pequenos, o valor nutricional de uma formiga é muito baixo. Para sobreviver com uma alimentação adequada, um lagarto deve ingerir mais de 800 formigas por dia. Para evitar os momentos mais quentes e frios do dia, o diabo-espinhoso se alimenta de manhã antes das 11h e entre as 15h e 18h.

Reprodução

Os diabos-espinhosos são animais com hábitos solitários. Na maior parte do tempo, vivem sozinhos e costumam se agrupar apenas durante a época de acasalamento. Nesse período, eles vão para lugares específicos de encontro.

Durante a fase do namoro, um macho se aproxima da fêmea e balança a cabeça. Se a fêmea estiver interessada, eles vão acasalar. Se a fêmea não estiver interessada, ela vai se afastar do macho, girando várias vezes no chão, e ficará esperando que outro macho se aproxime dela.

A reprodução dos diabos-espinhosos ocorre no outono. Uma fêmea deposita de 3 a 10 ovos em sua toca e, após três meses, os filhotes eclodem.

Um diabo espinhoso pode viver até 20 anos, e a maioria atinge essa idade devido aos poucos predadores que um lagarto coberto de espinhos tem.

Infelizmente, apesar de serem difíceis de comer, os diabos-espinhosos são caçados por cobras e pássaros como o abutre-de-peito-preto. Embora muitas vezes sejam descartados sem serem consumidos, os lagartos podem morrer quando são atacados.

Diablo espinoso – https://a-z-animals.com/animals/thorny-devil/

https://www.theatlantic.com/science/archive/2016/11/this-lizard-can-drink-by-standing-still-in-sand/506288/