Dicas ao levar um cachorro para a neve

A neve também pode causar curiosidade e excitação nos cães, especialmente se eles nunca tiverem entrado em contato com esse ambiente antes. É claro que mudanças bruscas de temperatura não são boas para eles. Portanto, antes de levá-los, é necessário tomar certas precauções para cuidar de sua saúde.
Dicas ao levar um cachorro para a neve

Última atualização: 27 abril, 2022

A neve é uma das coisas mais apreciadas no inverno, pois permite passar inúmeras horas se divertindo com a família ou os amigos. Portanto, é normal que você queira levar em consideração cada membro da família e até mesmo os animais de estimação. No entanto, é preciso cuidado para evitar que os pets sofram por causa do frio do inverno.

Alguns cães têm uma resistência inata ao frio e suportam melhor a exposição à neve, por isso em certos casos não é necessário tomar precauções. O único problema é que isso não se aplica a todos, e vários cães precisam de proteção extra para aproveitar o inverno. Se você pretende levar o seu cão a uma caminhada na neve, continue a leitura e descubra algumas dicas para protegê-lo.

Como proteger meu cachorro da neve?

O pelo dos cães serve como um isolante natural que os protege do frio e das intempéries. No entanto, a grande variabilidade das raças faz com que algumas resistam a essas condições por mais tempo do que outras. As baixas temperaturas podem se tornar um risco fatal para o seu cão, por isso não as menospreze e mantenha as suas precauções ao levar seu cachorro para a neve.

Qualquer tipo de cão pode desfrutar da neve, pois não há restrição biológica para evitar áreas nevadas. Claro, você deve sempre ter em mente as dicas a seguir para evitar qualquer problema de saúde.

Um cão no inverno.
Alguns cães toleram o frio melhor do que outros.

1. Reduza o tempo de caminhada

A maioria das pessoas se diverte na neve, mas se seu fiel animal de estimação o acompanhar, com certeza será fácil perder a noção do tempo. No entanto, você deve ter cuidado com o tempo que seu cão fica exposto ao frio, pois se durar muito pode causar problemas de saúde.

Mesmo que seu cão esteja bem vestido e protegido contra o frio, o trato respiratório ainda está suscetível à entrada de ar frio. Isso causa uma irritação constante que não é importante no início. Contudo, se nada for feito, pode levar a tosse e chiado ou até mesmo a um resfriado. Por esse motivo, você deve reduzir o tempo da caminhada para evitar fazer mal ao animal sem perceber.

2. Fique de olho

Na hora de levar seu cachorro para a neve, é possível que ele fique muito excitado e eufórico. É verdade que pode parecer muito fofo, fazendo até com que os tutores os incentivam a brincar mais com a neve. No entanto, tome cuidado para que seu cãozinho não corra para longe ou fora de sua vista, pois ele pode se perder facilmente.

Os cães se caracterizam por terem um olfato incrível que os ajuda a rastrear quase tudo. Isso significa que não deve ser um desafio encontrar seus tutores novamente, o único problema é que a neve interfere no olfato. Portanto, é bem provável que um cão menos experiente se perca. Então fique de olho nele ou use uma coleira o tempo todo para protegê-lo.

3. Proteja suas patas

A pele dos pets costuma ser resistente ao frio, mas mesmo assim sofre as consequências de ficar exposta a baixas temperaturas. Por isso, é fácil secar, perder elasticidade e rachar. Se todo o corpo normalmente sofre um pouco com a inclemência do frio, as patas que estão em contato direto com a neve sofrem mais.

Para evitar que as patas do cachorro sofram prejuízos, você pode optar por usar botas de proteção que reduzem o impacto do frio. Deve-se notar que este é apenas um meio temporário de proteção da pele. Portanto, não prolongue muito a caminhada para evitar lesões ou lacerações.

4. Mantenha o animal hidratado

O frio intenso pode fazer com que o cão tenha menos vontade de beber água, por isso é importante evitar que ele fique desidratado. Antes de sair e ao retornar da caminhada, você deve oferecer um pouco de água para que ele se hidrate mesmo enquanto estiver brincando.

5. Não dê banho nele antes de levá-lo para passear

Na medida do possível, é sempre aconselhável evitar que os cães tomem banho quando a temperatura estiver muito baixa. Lembre-se que de se você não secar bem e sobrar um pouco de umidade em seu pelo, o frio é capaz de causar mais danos do que o normal. Portanto, não dê banho em seu cão se for levá-lo para a neve, pois pode ser contraproducente para sua saúde.

6. Não o deixe comer neve

Cachorros que entram em contato com a neve pela primeira vez ficam muito curiosos, então alguns podem tentar comê-la. O simples fato de ele tentar não deve ser um grande problema, mas a melhor recomendação é que você não o deixe fazer isso. Não apenas porque pode afetar seu corpo, mas porque a neve pode estar contaminada com anticongelante, que é tóxico para eles.

7. Proteja-o bem do frio

Esse conselho é talvez o mais óbvio de todos, mas nunca é demais lembrar. Embora seu cão tenha uma pelagem densa e bonita, isso não garante que ele seja imune ao frio. Portanto, não hesite em mantê-lo aquecido e coloque todos os acessórios que achar necessário. Lembre-se de que a saúde do seu animal depende disso, então é melhor não menosprezar esse conselho.

roupa de cachorro yorkshire terrier
É importante manter seu animal de estimação aquecido para que o frio não cause estragos.

8. Considere a raça e a densidade de sua pelagem

A resistência a baixas temperaturas depende muito da raça do cão e da densidade de sua pelagem. Portanto, você deve considerar isso antes de levar seu cachorro para a neve. Em geral, cães pequenos e com pouco pelo são os mais suscetíveis ao frio. Isso não significa que você deva privá-los da experiência, mas que deve ser mais cuidadoso e protegê-los melhor para evitar complicações.

9. Certifique-se de que a casa está quente

Depois de terminar o passeio, você deve tentar manter a casa aquecida, pois assim pode remover todos os acessórios extras sem se preocupar. O calor permitirá que o corpo do seu animal permaneça estável e se recupere depois de enfrentar o frio. Dessa forma, você pode relaxar e descansar sem se preocupar.

10. Limpe e seque bem o cachorro após o passeio

O último passo antes de deixar seu cão descansar da incrível experiência no frio, é limpar todo o excesso de neve que possa ter ficado em seu pelo. Para fazer isso, use um secador e verifique cuidadosamente cada parte do seu corpo. Isso não apenas ajudará seu corpo a recuperar o calor, mas também pode ser um meio de garantir que ele não sofra nenhum dano.

As almofadas do seu animal de estimação podem estar um pouco mais secas ou rachadas, pois o frio pode ter afetado sua pele. No entanto, você pode passar um pouco de creme hidratante para cães, o que o ajudará a se recuperar facilmente. Embora levar seu cachorro para a neve pareça um pouco mais complicado do que se pode pensar inicialmente, tenha certeza de que é uma experiência nova que ele vai gostar muito.

This might interest you...
Como proteger os cachorros do frio?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Como proteger os cachorros do frio?

Tremores, excesso de sonolência e pele seca indicam uma baixa temperatura corporal. Devemos estar atentos aos sintomas para proteger os cachorros d...



  • Hospital Veterinario Constitución. (2015). El cuidado de la piel en invierno. Recuperado el 14 de febrero de 2022, disponible en: https://www.valenciahospitalveterinario.com/wp-content/uploads/2017/03/clip_constitucion_pdf-19.pdf
  • Olivos-Oré LA, Barahona MV. (2019) Consideraciones farmacoterapéuticas en el manejo de las enfermedades respiratorias en pequeños animales. Panorama Actual Med, 43(421).
  • González, S. V. (2014). Práctica veterinaria en competiciones de perros de trineo en la modalidad de media distancia. Reduca, 6(1).
  • Giffin, J. & Carlson, L. (2002). Manual práctico de veterinaria canina. Editorial el Drac S. L.: Madrid.