Diferenças entre rhea e avestruz

· fevereiro 2, 2019

À simples vista, podem parecer iguais (ou bastante parecidas) mas existem várias diferenças entre animais do gênero rhea (que inclui a ema) e o avestruz. Gostaria de saber quais são? Neste artigo contaremos!

Características básicas do rhea

Trata-se de uma ave endêmica da América do Sul, que pode atingir o1,80 metro de altura (a fêmea é menor) e que tem três dedos em cada pé. O rhea não pode voar, mas pode correr a grandes velocidades quando se sente ameaçado.

Forma grupos de até 30 indivíduos no inverno e no outono; ainda que na época reprodutiva separem-se em ‘famílias’ menores de um macho e várias fêmeas.

Estas podem pôr até 40 ovos –que estão entre os maiores do mundo– em uma semana e o pai se encarrega de incubar a todos por, em média, um mês.

Rhea patagônico

Por ser onívoro, o rhea consome ervas, frutos, sementes, répteis, insetos e às vezes pequenos mamíferos. É conhecido por sua voracidade ao se alimentar.

Características básicas do avestruz

É a maior e mais pesada ave que existe (mede três metros e pesa 180 quilos) e vive em diferentes regiões da África.

Suas asas pequenas não lhe permitem voar, mas ele pode correr grandes distâncias se precisar fugir do perigo.

Ainda que seja verdade que ambas as espécies de aves compartilham similaridades, como o fato de que não podem voar e que correm a grande velocidade, também há divergências nada desprezíveis, como por exemplo o tamanho.

Com cabeça pequena, pescoço e patas longas, os machos do avestruz têm plumagem negra, enquanto as fêmeas são cinza-escuro. É conhecido por seus olhos ‘saltados’ e seu bico chamativo.

É um animal herbívoro, mas não estritamente; dependendo da situação, além de consumir frutos e flores, pode ingerir rochas, minerais ou pedras, quando tem muita fome.

Avestruz chocando ovo

O macho se encarrega de construir o ninho, onde cada uma de suas fêmeas –tem uma principal e várias secundárias– põe os ovos, que são maiores do que o de qualquer outra espécie de ave.

Outras diferenças entre Rhea e avestruz

  1. Localização

Enquanto os Rheas habitam a América do Sul, os avestruzes vivem na África Oriental. Os primeiros escolhem planícies, montanhas e áreas quase selvagens, enquanto os segundos encontram-se em zonas desérticas e com grande variação de temperatura entre o dia e a noite.

  1. Dedos e velocidade

O Rhea possui três dedos em cada pé e o avestruz apenas dois. O primeiro pode correr até 60 km/h e o segundo é um pouco mais rápido: atinge os 70 km/h. Porém, ambos podem correr sem parar por meia hora.

avestruzes

  1. Plumagem e coloração

Ainda que machos e fêmeas de Rhea tenham cores similares em suas plumas, há diferenças na plumagem dos avestruzes: eles são negros e elas marrons. Para diferenciar os sexos do Rhea, só é preciso comparar seus tamanhos (o macho é maior).

  1. Ovos e incubação

Os ovos de ambas espécies estão entre os maiores entre as aves. No entanto, nisso também há algo que diferencia as espécies do gênero rhea e o avestruz: os machos dos primeiros encarregam-se exclusivamente da incubação dos filhotes, enquanto no caso dos segundos, pai e mãe compartilham essa responsabilidade.

Outra diferença interessante entre é que o macho rhea não constrói um ninho como tal, mas se aproveita da depressão dos terrenos. O segundo, em contrapartida, cava a terra até certa profundidade para esconder os ovos.

  1. Quantidade de subespécies

Os avestruzes tinham quatro subespécies conhecidas, ainda que na atualidade só restem três, após a arábica se extinguir: de pescoço vermelho (norte de África), Masai (Etiópia, Quênia, Senegal, Saara e Mauritânia) e de pescoço azul (sudoeste da África).

No caso dos rheas, só há duas subespécies: americana ou suri comum (Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai) e andino e o cordilheiro (Chile e Argentina).