As formigas picam ou mordem?

As formigas picam ou mordem? Certamente você já se fez essa pergunta ao observá-las ocupadas fazendo seu trabalho. A resposta vai surpreender você.
As formigas picam ou mordem?

Última atualização: 21 Dezembro, 2021

Certamente você já viu um grupo de formigas carregando sua comida para uma abertura em um grande monte de areia. Se você decidiu interagir com elas, pode ter tomado uma pequena agulhada no dedo, quase imperceptível. É normal que nesse cenário surja o seguinte questionamento: as formigas picam ou mordem?

As formigas são insetos eussociais fascinantes em todos os sentidos. No entanto, chegar muito perto de uma colônia de certas espécies pode ser muito desagradável para os humanos. Aqui contamos tudo sobre os métodos de defesa desses insetos e como lidar com suas picadas.

O que são as formigas?

O termo formiga é aplicado a todos os insetos himenópteros pertencentes à família Formicidae. São animais eussociais, ou seja, vivem em uma colônia formada por castas e geralmente apenas um espécime (a rainha) é capaz de botar ovos fertilizados. Por outro lado, as operárias (que somam de centenas a milhares por formigueiro) são as responsáveis por cuidar da instalação, procurar alimento e proteger as larvas.

As colônias de formigas são cientificamente conhecidas como superorganismos, pois a soma de todos os espécimes vai muito além da capacidade de cada operária ou da rainha sozinha. Esses insetos atuam como uma unidade funcional e o formigueiro só entra em colapso com a morte da rainha (algo que pode levar até 30 anos para acontecer de forma natural).

As formigas são muito bem-sucedidas do ponto de vista evolutivo. Elas habitam quase todos os ecossistemas da Terra e respondem por até 25% da matéria orgânica animal presente em nosso planeta. Mais de 22 mil espécies foram descobertas, mas apenas cerca de 13,8 mil foram descritas com precisão. Elas são geralmente identificadas no nível taxonômico pelas peculiaridades de suas antenas.

As formigas são parentes próximos das vespas e abelhas.

Uma formiga alada em um fundo branco.

Então, as formigas picam ou mordem?

Como dissemos, as formigas estão classificadas na ordem dos insetos Hymenoptera. Elas compartilham um táxon com vespas e abelhas, grupos famosos por apresentarem um ovipositor modificado na forma de um ferrão. Essa estrutura ancestral servia para botar ovos, porém, em alguns grupos desenvolveu-se junto com uma glândula tóxica para adotar a função de arma.

Algumas formigas conservam esse ovipositor modificado em forma de ferrão e são capazes de picar e morder, enquanto outras perderam essa característica e só podem usar as mandíbulas para se defender. Vamos mostrar quais são os métodos de ataque nas 2 subfamílias de formigas mais famosas e abundantes.

Formigas que não picam, mas mordem (subfamília Formicinae)

A subfamília Formicinae contém cerca de 3030 espécies de formigas, que estão distribuídas em uma ampla variedade de habitats terrestres. Os gêneros Lasius e Camponotus são os mais famosos e comuns nos ecossistemas europeus, embora existam muitos outros.

Essas espécies têm ferrões minúsculos (basicamente vestigiais), embora tenham uma glândula venenosa dilatada em seu abdômen que assumiu uma função especial. Embora não consigam inocular o ferrão, esse ambiente se especializou na síntese e liberação de ácido fórmico. É um excelente método de defesa para escapar de predadores.

Além disso, deve-se observar que algumas espécies da subfamília Formicinae (como as do gênero Camponotus) possuem operárias especiais, conhecidas como majors. Elas têm cabeças alongadas e mandíbulas muito poderosas que podem rasgar a pele de um humano com uma mordida.

As formigas dessa subfamília não possuem um ferrão útil, mas algumas castas têm mandíbulas muito poderosas.

Uma formiga Camponotus major.

Formigas que picam e mordem (subfamília Ponerinae)

A subfamília Ponerinae é uma das maiores, com cerca de 1600 espécies divididas em 47 gêneros, incluindo algumas das formigas mais belas e mortais do mundo. Essas espécies requerem alta umidade e vivem no continente asiático e sul-americano. Além disso, tendem a ter ninhos com poucas operárias (200), suas colônias são muito instáveis e às vezes a reprodução ocorre de forma hierárquica.

Essas formigas são consideradas primitivas do ponto de vista biológico e nem sempre há uma rainha por colônia, como costuma acontecer em espécies da subfamília Formicinae. Em algumas espécies não existe nem mesmo uma rainha específica (como em Diacamma rugosum), enquanto em outras as operárias podem se reproduzir se expulsarem a fêmea dominante.

As formigas desse grupo têm ferrão e algumas podem causar reações alérgicas graves com suas picadas. As espécies do gênero Odontomachus (conhecidas como trap-jaw) são um claro exemplo disso, já que há relatos de edema, vermelhidão e muita dor em humanos após o encontro com uma operária.

Além disso, muitas das espécies incluídas nesse grupo têm mandíbulas modificadas para maximizar sua eficácia na hora de caçar. As formigas Harpegnathos venator ou as já mencionadas trap-jaw (Odontomachus bauri, Odontomachus monticola e Odontomachus clarus, entre outras) são exemplos vivos disso.

As formigas de tipo trap-jaw fecham suas mandíbulas 2300 vezes mais rápido do que um piscar de olhos humano.

A formiga mais perigosa do mundo pode pertencer a este gênero.

As formigas picam e mordem

Apresentamos a vocês exemplos de algumas formigas que picam e outras que picam e mordem ao mesmo tempo. Em qualquer caso, deixamos os insetos mais letais dentro deste grupo: as formigas pertencentes à subfamília Myrmeciinae. Também conhecidas como formigas bulldog, algumas dessas espécies são conhecidas por matar humanos alérgicos com suas picadas extremamente poderosas.

As 90 espécies incluídas nesse grupo são endêmicas da Austrália (uma da Nova Caledônia). Elas são extremamente agressivas e têm uma sociedade de castas bastante instável. Em algumas espécies, foi registrado que as operárias são capazes de se reproduzir.

Pelo menos 6 pessoas morreram por causa das picadas de algumas espécies de Myrmecia. Essas formigas se destacam por sua agressividade incomum.

Uma formiga.

Resumindo, a maioria das formigas europeias não picam, mas existem castas com mandíbulas poderosas, capazes de causar pequenos danos. Por outro lado, os espécimes asiáticos e tropicais da subfamília Ponerinae (entre outros táxons) apresentam ferrões e, portanto, irão espetá-los na pele à sua frente ao menor sinal de perigo.

Pode interessar a você...
Como as formigas nascem?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Como as formigas nascem?

As formigas são insetos bem conhecidos em todo o mundo. Quanto você sabe sobre eles? Aprenda aqui como as formigas nascem.