A importância de cuidar da carapaça das tartarugas

Embora as tartarugas pareçam resistentes graças à sua carapaça, elas requerem muitos cuidados. Essa armadura é essencial para entender seu bem-estar.
A importância de cuidar da carapaça das tartarugas

Última atualização: 06 agosto, 2022

Cuidar da carapaça das tartarugas é uma tarefa que às vezes não recebe a importância que merece. Hoje em dia, sabe-se que a carapaça das tartarugas é essencial para a sua sobrevivência.

No entanto, pode ser que não esteja tão claro para você quais são esses motivos e por que você deve prestar atenção ao casco das tartarugas domésticas. Com este objetivo, a seguir apresentamos diferentes aspectos da carapaça das tartarugas.

O que é a carapaça das tartarugas?

A carapaça das tartarugas está integrada dentro do seu esqueleto, uma vez que é constituída por ossos fundidos em forma de placas. Além disso, difere de acordo com a espécie consultada, adaptando-se às suas necessidades de alimentação, proteção e defesa.

A carapaça de uma tartaruga.

Antigamente, acreditava-se que a importância da carapaça da tartaruga residia na proteção que proporcionava. Principalmente, argumentou-se que permitia que elas se protegessem de predadores, pois podiam esconder todo o corpo dentro dela.

No entanto, o estudo do registro fóssil levou a uma nova descoberta que altera a principal função da carapaça das tartarugas. Parece que essa tarefa essencial reside em seu formato, que permite ao animal cavar no subsolo e, assim, se refugiar tanto do clima quanto dos predadores.

Dentre as alterações descritas para esse fim, destacam-se o alargamento das costelas e as consequências dessa ação sobre as tartarugas. Embora possa parecer uma adaptação insignificante, teve um impacto severo tanto na respiração quanto na velocidade desses quadrúpedes, o que causou dois grandes eventos:

  • Redução do comprimento dos passos.
  • Dificuldade em respirar.

Em suma, o desenvolvimento da carapaça influenciou negativamente na sua capacidade de ventilação pulmonar, bem como na movimentação. No entanto, forneceu-lhes outras ferramentas para lidar com diferentes ameaças.

Sintomas e causas de problemas na carapaça em tartarugas

Quando se trata de verificar se uma tartaruga está bem de saúde, convém conhecer os sintomas e as causas mais relevantes da falta de cuidados com a sua carapaça.

Sintomas

Assim como outros animais podem desenvolver doenças de pele, a carapaça das tartarugas também pode apresentar diferentes sinais de fraqueza. Entre eles, encontramos os seguintes:

  • Rachaduras ou descolamento de placas.
  • Áreas moles ou presença de desníveis.
  • Manchas vermelhas ou descoloração da carapaça.
  • Camada viscosa na carapaça. Os alarmes devem disparar quando essa camada viscosa não estiver relacionada a algas.
  • Odores fortes.
  • Sangue ou secreção de uma rachadura ou ferida.

Causas

Entre as possíveis causas do aparecimento dos sintomas descritos acima na carapaça, estão as seguintes:

  • Infecções bacterianas ou fúngicas: o crescimento descontrolado de fungos ou bactérias afeta negativamente a carapaça.
  • Deficiência de nutrientes: uma dieta em que há deficiências de nutrientes pode prejudicar a estrutura óssea do animal.
  • Cuidados inadequados: falta de cálcio, ambiente sujo, luz solar inadequada ou umidade excessiva são eventos que devem ser evitados a todo custo.
  • Lesões acidentais.

Como cuidar do casco em tartarugas

Assim, a carapaça das tartarugas é parte crítica de sua anatomia e, por isso, deve receber os cuidados necessários. Aqui estão algumas dicas para manter adequadamente esse animal de estimação.

1. Adaptar o terrário ou tanque

Dependendo da espécie a que a tartaruga pertence, exigirá uma série de cuidados específicos. Estes cuidados incluem a adaptação do terrário ao tipo de habitat do animal, bem como a percentagem de temperatura e umidade específica para o mesmo.

No caso das tartarugas, você deve cuidar bem do substrato ou da areia usada em seu habitat. Lembre-se de que elas gostam de se enterrar, então você deve fornecer tudo o que elas precisam para fazer isso. Da mesma forma, as tartarugas aquáticas precisam tanto de terra como de água. Por isso, não se esqueça de fornecer ambos a elas para manter sua qualidade de vida.

Da mesma forma, o espaço do terrário é importante, pois permite que o animal se mova e o explore. Além disso, você pode optar por deixar a tartaruga vagar livremente pela casa ou jardim. Nesse caso, tome cuidado com outros possíveis animais de estimação, animais selvagens se estiver ao ar livre ou lugares que possam ser perigosos para ela.

Por outro lado, são animais curiosos e podem ter mais problemas do que o esperado. Portanto, lugares estreitos onde possam ficar presas ou alturas de onde possam cair e danificar sua carapaça devem ser evitados.

2. Higiene do terrário

O terrário é o espaço em que o animal passará mais tempo, por isso é necessário limpá-lo regularmente. Se não for mantido higienizado, podem proliferar bactérias ou fungos que atacam a carapaça do animal.

3. Banhos regulares

Pode parecer que as tartarugas são animais que não precisam de banhos, mas partículas de sujeira, bactérias e fungos podem se alojar em fendas em seus corpos. Por esta razão, é necessário que ao limpar o seu habitat, você dê também um banho em sua tartaruga. Claro, você deve apenas lavar o corpo dela com uma escova macia e água, não use nenhum tipo de sabão ou outra substância de limpeza.

Lembre-se de manuseá-la com muito cuidado e sem movimentos bruscos, caso contrário poderá causar estresse desnecessário. Também não esfregue a casca com muita força, pois isso pode causar ferimentos. Os movimentos de limpeza devem ser suaves e sem muito esforço. Repita os banhos entre uma e duas vezes por semana para cuidar do casco das tartarugas.

4. Dieta balanceada

Novamente, a espécie da tartaruga determinará qual dieta é apropriada e quais são suas necessidades nutricionais. Além de uma dieta saudável, às vezes, suplementos alimentares ou de cálcio podem ser positivos. Considere também manter sua comida em boas condições e desinfetá-la bem (no caso de tartarugas herbívoras).

5. Luz do sol

A luz solar é essencial para que a carapaça permaneça saudável, por isso as doses diárias de luz solar devem ser respeitadas. Se isso não for possível, luzes especiais podem ser usadas para terrários, deixando sempre uma rocha confortável onde a tartaruga possa se aquecer.

Uma tartaruga quebra a superfície.

De tempos em tempos, a carapaça do animal deve ser monitorada – caso surja algum dos sintomas descritos acima – e visitas frequentes ao veterinário devem fazer parte da rotina. Caso seja observada alguma alteração significativa, o profissional competente indicará o tratamento adequado.

Por fim, é necessário destacar que cuidar do casco das tartarugas é essencial, pois, graças ao seu desenvolvimento, elas conseguiram se adaptar a diferentes ambientes e condições. Por esta razão, o réptil deve receber a manutenção pertinente de acordo com o tipo de espécie e suas próprias necessidades.

Pode interessar a você...
100 ideias de nomes para tartarugas
Meus Animais
Leia em Meus Animais
100 ideias de nomes para tartarugas

Essa lista de nomes para tartarugas contém opções engraçadas e amigáveis, além de nomes de diferentes idiomas. Não deixe de conferir!