Terrários para aracnídeos: tudo o que você precisa saber

Os terrários para aracnídeos devem ter condições específicas para que a aranha que viverá no local se sinta confortável e segura. Vamos apresentar quais são as exigências básicas.
Terrários para aracnídeos: tudo o que você precisa saber

Última atualização: 12 Junho, 2021

Terrários para aracnídeos? Sim! Atualmente, as aranhas se tornaram animais de estimação para muitas pessoas. Por esse motivo, surgiu a necessidade de projetar espaços onde esses animais possam viver como em seu habitat natural.

Ter aranhas como animais de estimação é uma novidade que se tornou popular devido à aparência e ao comportamento desses animais. Pode-se dizer que é uma tendência paradoxal, levando em consideração que alguns estudos indicam que a rejeição às aranhas é algo evolutivo. Como seria de se esperar, os humanos rejeitam o que é potencialmente prejudicial.

No entanto, parece haver um interesse em superar essa relação de medo e muitas pessoas têm se entusiasmado com a ideia de ter aranhas como animais de estimação. Nesse ponto, é necessário pensar em ter um lugar especial para elas, além de conhecer os riscos envolvidos. Vamos falar sobre isso nas linhas a seguir.

Vantagens de ter um aracnídeo como animal de estimação

Antes de trazer uma aranha para casa e construir seu terrário, você deve saber que, como qualquer outro animal de estimação, ela precisa de tempo e cuidados. Ainda assim, seu tamanho e comportamento fazem com que tenha vantagens em relação a outros animais. Dentre elas, destacamos as seguintes:

  • Na maioria dos casos, os aracnídeos se adaptam muito bem a espaços pequenos. Na verdade, é isso que acontece na natureza, pois eles tendem a fazer uma toca e a não se afastar dela, a menos que seja estritamente necessário.
  • As aranhas geralmente são animais muito solitários. Portanto, não é necessário que tenham companhia em seus terrários. Na verdade, não são animais muito sociáveis e atacarão qualquer membro de sua espécie.
  • A manutenção do terrário é fácil e barata. Por ser um local tão pequeno, não exige muito da sua parte após a instalação. Além disso, as aranhas são animais muito limpos que farão grande parte do trabalho.
  • Por serem predatórias, elas devem se alimentar de pequenos animais vivos, como insetos e lagartos. No entanto, não precisam comer todos os dias. Os adultos, por exemplo, podem comer uma vez por semana.
  • Além de limpas, as aranhas são quietas e muito calmas, embora essa característica dependa da espécie em questão.

 

Uma tarântula azul em uma árvore.

Desvantagens de ter um aracnídeo em um terrário

No caso das aranhas, há coisas muito positivas em relação à criação de outros animais, mas também há desvantagens. Dentre elas, destacamos as seguintes:

  • A maioria das aranhas é venenosa. Suas picadas podem causar desde reações alérgicas a cãibras ou dores intensas. Todos os aracnídeos atacam quando enfrentam uma ameaça, não de forma injustificada.
  • As aranhas mais exóticas requerem mais cuidados e terrários mais complexos. Dependendo de sua procedência, elas podem precisar de umidificadores e aparelhos eletrônicos a fim de controlar a temperatura ambiente.
  • Sua expectativa de vida é relativa. Embora a maioria dos aracnídeos viva apenas alguns anos, as tarântulas vivem entre 20 e 30 anos. As fêmeas geralmente vivem mais que os machos.
  • Devido à sua capacidade de escapar em segundos, o terrário de aranhas deve ficar sempre fechado.

Terrários para aracnídeos: tudo o que você precisa saber

Bem, agora que você já sabe quais são as vantagens e desvantagens de ter uma aranha como animal de estimação, é hora de dizer tudo o que é preciso saber sobre os terrários para aracnídeos.

Um bom tamanho

Embora seja verdade que as aranhas se dão bem em espaços pequenos, o terrário deve ter pelo menos o dobro do tamanho da aranha. Só assim será possível atender às necessidades do animal, que precisa se locomover, e permitir espaço para a construção das teias destinadas a caçar alimentos.

No caso específico das tarântulas, elas precisarão de pelo menos 30 centímetros de comprimento em seu terrário.

Clima tropical

O terrário precisa atender a condições específicas para ser habitado. Para isso, é necessário regular a temperatura, a umidade e a iluminação o mais próximo possível de um clima tropical. Esse cenário é o melhor para a maioria dos aracnídeos exóticos, mas outros precisam de condições semidesérticas.

Controle de umidade

Calcular a umidade do terrário é necessário e importante para a aranha de estimação. Você pode fornecer ao substrato a água necessária para manter essa ambientação usando um pulverizador uma ou duas vezes por semana. Naturalmente, deve-se tomar cuidado para não borrifar sobre o animal ou outros elementos.

De qualquer forma, lembramos que alguns aracnídeos são endêmicos em lugares desérticos. Informe-se bem sobre as espécies que você vai adquirir, pois o excesso de umidade para uma espécie de clima árido pode acabar com sua vida.

Para ter orientações mais precisas, você pode se basear em um higrômetro, embora modelos baratos também não sejam 100% confiáveis.

Com sol e sombra

É necessário que o terrário tenha uma parte fria e uma parte quente, o que nem sempre é tão fácil de conseguir. Para a parte quente, você pode usar uma manta térmica por baixo do terrário ou no fundo, sem ultrapassar 40% da superfície total. Dessa forma, você pode ter diferentes temperaturas no mesmo ambiente.

Bom, mas funcional

A beleza do terrário agradará mais aos cuidadores do que às aranhas. Contudo, fique à vontade para decorar a casa do seu animal da maneira que achar melhor. Claro, considerando que os ornamentos devem ser funcionais para a aranha que viverá no local.

É importante que sua amiga de 8 patas possa se mover livremente sem se sentir oprimida, mas também que ela tenha um espaço para descansar em solidão. Quanto à água, coloque uma tigela que você possa trocar facilmente todos os dias. Certifique-se de que entra ar fresco na instalação pelas fendas metálicas superiores, mas lembre-se de manter o terrário bem fechado.

Os itens a serem considerados incluem o seguinte:

  • Pedras
  • Cactos, mas sem espinhos.
  • Plantas.
  • Fibra de coco.
  • Paus e galhos.

 

Terrário para aracnídeos.

Terrários para aracnídeos: construa o seu!

Agora você já sabe quais são os aspectos mais importantes sobre os terrários para aracnídeos. Se considerou as vantagens e desvantagens de ter uma aranha como animal de estimação e tomou sua decisão, pode construir o seu próprio terrário, sempre atendendo às necessidades do animal.

Lembre-se de que mostramos a você os cuidados gerais com os aracnídeos exóticos mais comuns, mas nem todos têm as mesmas exigências. Sempre se informe sobre as necessidades do animal antes de adquiri-lo.

Pode interessar a você...
As aranhas-marrons: habitat e características
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
As aranhas-marrons: habitat e características

Os aracnídeos do gênero Loxosceles são chamados de 'aranhas-marrons'. Conheça mais sobre a espécie Loxosceles rufescens em especial.



  • Mayol, Ll. Lesiones producidas por insectos, arácnidos y anfibios.
  • Hoehl Stefanie, Hellmer Kahl, Johansson Maria, Gredebäck Gustaf. Itsy Bitsy Spider…: Infants React with Increased Arousal to Spiders and Snakes. Frontiers in Psychology. Vol. 8. 2017.