O que você deve saber sobre a criação de caracóis em casa

junho 24, 2018
O principal é simular, na medida do possível, o habitat natural da espécie. Assim, viverão mais tempo e se reproduzirão com mais facilidade.

Seja porque você gosta desse animal ou porque quer comê-los ou vendê-los como alimento, há passos a seguir para a criação de caracóis em casa que você precisa saber. Os caracóis tornaram-se um negócio rentável porque o chefs lhes consideram uma iguaria deliciosa.

Informação sobre o caracol

Os caracóis sempre estiveram presentes na vida da humanidade, não só como elemento nutritivo, mas também como representação de deuses, movimentos artísticos, tradições ou até sendo usados na medicina.

É um molusco gastrópode, o que significa que seu corpo é coberto por uma carapaça dura que lhe serve de proteção. Mesmo não tendo patas, a parte do corpo que arrastam para se movimentar chama-se pé.

Em sua cabeça há dois tentáculos que, diferente do que muitos pensam (acreditam que são para enxergar), são responsáveis pelo sentido do tato, enquanto outros dois menores são do olfato.

Movimentam-se através de contrações de seu corpo, enquanto produzem um muco que umedece seu corpo para permitir o movimento, evitando a fricção com as superfícies.

Alguns se encantam com eles, outros não podem nem vê-los. Mas, se você é dos primeiros e quer saber tudo sobre a criação de caracóis em casa, vamos lhe dar as informações que você precisa.

A criação de caracóis em casa

Consiga um espaço adequado

O melhor para ter caracóis é um terrário com um tamanho suficiente para que a quantidade de animais que você tenha possa se mover com fluidez. Os mais recomendados para a criação em casa são os de vidro, com uma cobertura de grade que terá que ficar fechada, por razões óbvias.

caracol

Terra no aquário

O terrário ou aquário que você escolheu para a criação de caracóis terá que ser coberto na superfície por terra de jardim, na qual eles possam se arrastar e defecar sem dificuldades.

Esse passo serve para simular perfeitamente o habitat natural desses animais. Lembre-se de que, quanto mais agradável for o entorno, e mais parecido com o que eles precisam, mais tempo viverão e mais fácil será a reprodução.

Pedras

Dentro do terrário você terá que colocar pedras, não só pela necessidade dos animais de subir por elas, mas também porque precisam do cálcio que algumas têm para um bom funcionamento de seu organismo.

Escolha os caracóis adequados

A primeira coisa que você deve saber é que, se quer criar caracóis em casa para sua venda como alimento, nem todos são comestíveis. Por outro lado, os caracóis são hermafroditas, por isso você não precisa selecionar machos e fêmeas, porque isso não existe na espécie.

Apesar de seu gênero, precisarão se acasalar para a reprodução. Somente colocá-los junto no terrário será suficiente, pois, entre eles, buscarão um companheiro de reprodução.

Mantenha a umidade

Os caracóis precisam de níveis altos de umidade, que lhes permitem não somente viver, mas também formar o muco. Na verdade, a umidade do terrário deve ser de 100%, e isso se consegue regando a terra constantemente.

Além disso, a temperatura do terrário deverá estar a cerca de 20ºC. Você pode conseguir isso colocando o terrário perto de uma janela, pela qual entrem raios de sol, ou com um termostato.

A alimentação dos caracóis

Os caracóis são herbívoros e se alimentam de qualquer tipo de planta, especialmente daquelas aromáticas, como o tomilho, o manjericão ou o alecrim. Você não terá que colocá-las em nenhum lugar em particular, e sim somente sobre a terra. Quando murcharem, você precisa tirá-las, pois os caracóis não comerão e isso pode chegar a produzir um cheiro desagradável.

alimentação do caracol

Você se animou com a criação de caracóis em casa?