Os gatos hibernam no inverno?

março 7, 2020
Você pode notar mudanças no comportamento do seu bichano no início da estação fria, mas será que os gatos hibernam? Conhecer bem o seu gato é a melhor maneira de avaliar as suas mudanças comportamentais.

Embora nem sempre pareça, os animais mudam seus hábitos para se adaptar a novas temperaturas. Todos nós já ouvimos falar de animais que hibernam e percebemos que os animais domésticos mudam suas atividades quando está frio. Isso leva a perguntas como as seguintes: por que meu gato dorme tanto? Os gatos hibernam no inverno?

No inverno, os animais precisam queimar mais energia em todas as suas atividades. Além disso, encontrar comida nesta estação é muito difícil. Em resposta a essas circunstâncias, algumas espécies conservam a sua energia hibernando.

Os gatos hibernam?

A hibernação é mais do que dormir, pois nesse estado o animal sofre mudanças fisiológicas drásticas. A temperatura do corpo diminui e quase se iguala à temperatura do ambiente.

Além disso, os batimentos cardíacos e respiratórios diminuem drasticamente. Um animal em hibernação fica com a consciência diminuída, por isso fica alheio ao seu ambiente.

Os gatos domésticos não precisariam hibernar. Em nossas casas, os gatos recebem comida suficiente e desfrutam de um ambiente com temperatura controlada.

Os gatos hibernam?

Então, por que os gatos ficam menos ativos durante o inverno?

Muitos donos suspeitam de que seus gatos hibernem durante o inverno porque eles parecem estar sempre dormindo. Embora dormir muito seja comum para os gatos durante todas as estações, alguns afirmam que seus companheiros felinos dormem mais durante o inverno.

Isso não é motivo de preocupação: inclusive, existem pessoas que tendem a ficar menos ativas ou se sentem mais fracas durante o inverno. É normal, mas recomenda-se que os donos dos gatos envolvam seus animais em atividades divertidas em ambientes fechados para evitar a obesidade e o tédio durante o inverno.

O que acontece no caso dos gatos selvagens?

Os gatos de rua e selvagens podem sobreviver aos meses de inverno e têm pelos mais espessos. Embora os gatos não hibernem, esses animais podem passar por uma forma de hibernação temporária que dura algumas horas: a letargia.

O estado de letargia é caracterizado por uma taxa reduzida do metabolismo e uma diminuição da temperatura corporal.

No estado de letargia, o metabolismo do corpo fica mais lento por curtos períodos ao longo do dia. Com esta estratégia, o gato manteria a sua temperatura corporal normal durante o dia, enquanto realiza as suas atividades habituais.

A importância de conhecer o seu gato

Assim como os seres humanos, os gatos são diferentes uns dos outros. Alguns gatos são mais sensíveis ao frio e outros não gostam do verão. Embora existam padrões gerais de sono para cada espécie, os detalhes mudam devido às necessidades de cada animal de estimação e aos fatores externos que podem alterar o seu comportamento.

A importância de conhecer o seu gato

Transtorno do humor

Sabe-se que, com a chegada do inverno, algumas pessoas podem sofrer de transtorno afetivo sazonal (SAD, derivado da sua sigla em inglês), caracterizado por sintomas de depressão.

Embora os gatos não possam ser diagnosticados formalmente com esse distúrbio, veterinários e donos de gatos dizem notar mudanças semelhantes em alguns felinos, pois eles ficam mais tristes e menos brincalhões no inverno.

Os gatos podem mostrar alterações nos níveis de energia, apetite, padrões de sono e temperamento quando a exposição à luz diminui.

Como melhorar o humor do seu gato no inverno

Felizmente, você pode fazer muitas coisas para incentivar o seu bichano. Alterações simples podem influenciar positivamente o comportamento do seu gato:

  • Oferta de atividades: vai ajudar o gato a não dormir tanto tempo. Lembre-se de interagir com ele. Inove ao trocar os brinquedos, pendurando um alimentador de pássaros perto de uma janela ou simplesmente oferecendo uma variedade de caixas de papelão para seu bichano explorar. É fundamental minimizar ao máximo o estresse do gato.
  • Exposição à luz: abra as cortinas para que o sol entre. A luz natural pode ser importante para o humor do seu gato. Você também pode colocar uma pequena lâmpada perto da cama do seu felino.
  • Observar as mudanças de temperatura: verifique se o seu gato tem opções quentes, como uma cama de gato aquecida, perto de uma janela ensolarada ou de um aquecedor seguro.
  • Observar hábitos alimentares: assim como as pessoas, os gatos podem comer por tédio. Verifique e controle a ingestão e a qualidade dos alimentos.
  • Jensen, R. A., Davis, J. L., & Shnerson, A. (1980). Early experience facilitates the development of temperature regulation in the cat. Developmental Psychobiology: The Journal of the International Society for Developmental Psychobiology, 13(1), 1-6.
  • Refinetti, R., & Menaker, M. (1992). The circadian rhythm of body temperature. Physiology & behavior, 51(3), 613-637.
  • Tellería,J.L. (1987). Zoología evolutiva de los vertebrados., pp. 145-155 (Síntesis, Madrid).
  • Hudson, J.W. (1973). Torpidity in mammals. In Comparative Physiology of Thermoregulation, Academic Press, Pages 97-165. https://doi.org/10.1016/B978-0-12-747603-2.50009-6.