Meu peixe está uma camada branca no corpo: o que é isso?

Um peixe que apresenta uma película branca visível no corpo está doente em todos os casos. Veja como lidar com essa condição antes que seja tarde demais.
Meu peixe está uma camada branca no corpo: o que é isso?

Última atualização: 14 Novembro, 2021

Os aquários são uma verdadeiro êxtase a nível sensorial, pois proporcionam tranquilidade, estética, frescor e beleza a qualquer cômodo em que sejam colocados. Assistir os peixes nadando pacificamente pelo tanque é hipnotizante, não é? No entanto, muitas coisas podem dar errado nesse pequeno ecossistema. Por exemplo, um dia você acorda e vê que seu peixe está com uma camada branca cobrindo seu corpo.

Independentemente do caso, uma película opaca ou leitosa no corpo do animal sempre indica uma doença (geralmente grave). Se você quer saber como agir em uma situação tão difícil, não deixe de continuar a leitura.

A camada mucosa dos peixes

Como indicam os estudos, a epiderme dos peixes é recoberta por uma substância escorregadia e viscosa conhecida como mucus (muco). Essa é a primeira barreira biológica que atua como proteção contra vírus, bactérias e ectoparasitas mais complexos (como crustáceos copépodes do gênero Lernaea).

Esse coloide viscoso contém fatores antibacterianos, entre os quais estão os peptídeos antimicrobianos (AMPs), lisozimas, lectinas, proteases e outros compostos que conferem aos peixes alguma imunidade inata. O mucus previne a adesão dos patógenos, mas também os combate ativamente e pode destruí-los.

Além disso, o corpo viscoso do peixe tem uma clara função de deslocamento. Permite que esses vertebrados se movam com mais facilidade no meio aquoso, pois reduz a resistência e o atrito que são gerados durante a natação subaquática.

Como esperado, o estado dessa camada mucosa indica (até certo ponto) o grau de saúde do espécime. Quando se torna opaca ou apresenta lesões, é seguro supor que o peixe esteja com algum tipo de doença, seja epidérmica ou sistêmica.

A camada mucosa do peixe melhora sua capacidade hidrodinâmica e a protege ativamente contra patógenos.

Um peixe disco.

Por que meu peixe está com uma capa branca no corpo?

A camada mucosa protege os peixes da infecção, mas não é infalível e indestrutível. A má qualidade da água, a superlotação, o estresse constante e a alimentação inadequada facilitam a contaminação do animal com vários tipos de patógenos. Aqui estão 3 razões pelas quais seu peixe está com uma camada branca em seu corpo e como resolvê-las.

1. Doença de veludo (velvet)

Também conhecida como velvet em inglês, essa condição é causada por um grupo de dinoflagelados microscópicos do gênero Oodinium. Esses parasitas se distinguem ao microscópio pela presença de 2 flagelos, dos quais um transversal desaparece quando o parasita se fixa por pseudópodes na epiderme do peixe. Sua reprodução é assexuada e alguns têm uma fase de vida livre.

O ciclo desses organismos é bastante complexo, mas basta saber que os tomitos (formas infecciosas juvenis) se movem livremente até chegarem ao hospedeiro, o qual parasitam aderindo-se à sua pele e integrando-se à sua mucosa. Eles se alimentam de células que dissolvem com compostos químicos e se transformam em tomontes em 3 dias, os quais se dividem assexuadamente.

Alguns dos sintomas dess infecção são os seguintes:

  1. Arranhar ( flashing) do peixe contra objetos duros.
  2. Letargia.
  3. Perda de apetite e peso.
  4. Respiração acelerada e onerosa.
  5. Uma camada esbranquiçada ou amarelada cobrindo o corpo do peixe. Isso lhe dá uma aparência aveludada.
  6. Perda de pele nos estágios mais graves.

Tratar peixes infectados é caro e todo o aquário deve ser medicado. O primeiro passo é elevar a temperatura da água para 30° C (se a espécie for tropical), mas também é necessário comprar medicamentos especiais com sulfato de cobre e seguir o tratamento rigorosamente por cerca de 10 dias.

É importante remover o filtro de carvão do tanque durante essas abordagens.

2. Doença viscosa (slime disease)

slime disease não tem tradução específica, pois se trata mais de um quadro clínico geral do que de uma infecção específica. Esse termo se refere a qualquer doença que cause espessamento e opacidade na camada mucosa natural dos peixes. Isso lhe dá uma aparência geral leitosa e doente.

Letargia, falta de apetite, falta de movimento e respiração atípica são sinais que acompanham essa condição. Nesse caso, é necessário procurar o veterinário, pois o quadro pode ser decorrente de diversos patógenos bacterianos, virais e fúngicos. Ou seja, não possui uma etiologia específica.

Sem dúvida, esse grupo de doenças é a causa mais comum de um peixe estar com uma camada branca cobrindo seu corpo. O ponto branco e a doença de veludo também são suspeitas em muitos casos, mas causam uma aparência mais perolada ou pontilhada.

3. Ponto branco

Outra razão pela qual um peixe pode estar com uma camada branca cobrindo seu corpo é o ponto branco. Em todo o caso, em vez de uma película uniforme, nesse caso são observados caroços redondos, visíveis ao tato e de tonalidade muito esbranquiçada. Eles correspondem aos microrganismos da espécie Ichthyophthirius multifiliis (um parasita ciliado) encistado na pele dos peixes.

Em termos biológico, esses pontos são trofontes, formas infectantes que se alimentam da pele dos peixes. Ao serem liberados, ficam encistados em qualquer parte do aquário e ganham o nome de tomocistos (tomontes), que acabam se partindo e liberando até 1000 tomitos de vida livre. Os tomitos amadurecem em trofontes e o ciclo se repete.

Os sintomas dessa doença são muito semelhantes aos já mencionados em outras patologias e às vezes sua sintomatologia se confunde com a velvet. A formalina costuma ser o composto químico de escolha para tratar todo o aquário, embora também possam ser usados o sulfato de cobre, o azul de metileno e o permanganato de potássio (sempre específico para aquários).

Se não for tratado, o ponto branco tem uma taxa de letalidade de até 100%.

Um peixe barbudo de pintas brancas.

Vários quadros clínicos podem fazer com que seus peixes fiquem com uma camada branca cobrindo seu corpo. Recomendamos que você procure o veterinário em todos os casos, pois esse sinal clínico é bastante geral e às vezes não há uma causa específica (podendo responder a mais de uma infecção ao mesmo tempo). Se você não agir, seu aquário inteiro provavelmente ficará infectado em breve.

Pode interessar a você...
Por que o peixe betta é agressivo?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Por que o peixe betta é agressivo?

O peixe betta tem um comportamento agressivo importante para sua biologia, pois atua como mecanismo seletivo da espécie. Saiba mais.