Por que meu gato não quer brincar?

O exercício e a atividade física são muito importantes nos animais para que eles possam manter uma boa saúde. Brincar é uma ótima atividade para o exercício dos gatos domésticos, por exemplo.
Por que meu gato não quer brincar?

Última atualização: 03 Novembro, 2021

Apesar dos variados brinquedos, pode acontecer de o gato demonstrar que não quer brincar, por quê? A brincadeira e a atividade física são muito importantes na vida de todo felino, mas às vezes esses animais perdem o interesse ou não se sentem bem para realizar determinadas tarefas.

A falta de disposição para brincar costuma implicar em um problema de saúde do gatinho que precisa ser tratado ou, se esse não for o caso, o seu gato pode não gostar de brincar com você ou com seus brinquedos por algum motivo. Descubra aqui as possíveis respostas para a pergunta de por que seu gato não quer brincar.

Razões pelas quais seu gato não quer brincar

Em primeiro lugar, você deve saber que os gatos dormem muito. De acordo com especialistas, os felinos adultos descansam em média de 12 a 15 horas por dia em várias sonecas, ou seja, dormem 75% do tempo. Os filhotes dormem muito mais – cerca de 20 horas ou 90% do dia. No entanto, após 3 ou 4 semanas, eles reduzem o sono para 60%.

Com esses dados, você pode entender que é muito normal ver o seu felino dormindo plenamente durante a maior parte do dia. A preocupação será bem-vinda se o seu gato não demonstrar a menor centelha de vontade de brincar com você ou de interagir com o mundo ao seu redor, apesar de seus esforços.

Além disso, é importante que você saiba que à medida que os filhotes se tornam adultos, eles ficam menos inquietos e brincalhões. No entanto, nunca é tarde para ativá-los fisicamente durante as brincadeiras.

Contudo, seu companheiro felino pode nem sempre estar brincando e pulando como você gostaria (ou como ele deveria estar). Aqui você verá vários motivos pelos quais seu gato pode não querer brincar.

Um gato entediado no sofá.

Não se sente bem

Se você estivesse doente ou indisposto, teria vontade de brincar? O mesmo acontece com o seu gatinho. O desinteresse pela brincadeira (de uma forma extrema) costuma esconder alguma condição ou dor que o impede de brincar, segundo os profissionais. Portanto, a melhor coisa que você pode fazer ao detectar esse comportamento é consultar um veterinário para avaliar seu animal.

Além disso, o pouco ou nenhum interesse pelo jogo geralmente também mostra que seu gato está estressado ou ansioso com alguma situação nova ou estranha que o incomoda. Esse quadro deve ser tratado com a ajuda de um educador felino.

Estão entediados com seus brinquedos

Os gatos têm preferências quando se trata de escolher com quem ou com o que brincar. Qualquer atividade ou brinquedo que você forneça ao seu gatinho pode não ser do interesse dele, o que é uma possibilidade e algo totalmente normal.

Uma boa opção nesse cenário é experimentar outros brinquedos e atividades diferentes se seu animal de estimação não estiver sendo estimulado pelo “de sempre”. Existem muitos brinquedos que você mesmo pode fazer usando materiais muito simples, visto que os gatos não são exigentes nesse sentido. Eles não vão pedir o brinquedo mais caro porque até uma caixa de papelão é suficiente para eles.

Trocar os brinquedos do seu gato a cada semana costuma ser uma boa opção. Guarde alguns enquanto deixa outros espalhados.

Além disso, é importante que o felino também interaja com você. Para fazer isso, você pode mover seus brinquedos ou brincar de esconde-esconde com ele. Dedique um tempo para descobrir qual tipo de brincadeira seu gato gosta e, é claro, exclua quaisquer problemas de saúde ou de comportamento que possam ser a raiz do comportamento apático.

Maneiras de incentivar a brincadeira em seu gato

A maioria dos gatinhos adora deitar no colo do tutor ou deitar ao sol, mas o enriquecimento ambiental e as brincadeiras fazem parte da boa saúde geral dos felinos. Se você deseja que seu gato seja mais ativo, aqui estão algumas maneiras de criar uma rotina de brincadeiras interessante e atraente para seu animal de estimação:

  • Passe mais tempo interagindo com seu gato todos os dias. Embora os brinquedos possam ser um grande enriquecimento, não há melhor maneira de incentivar a atividade do que participar da diversão.
  • Crie ou compre jogos de agilidade e encha-os de petiscos. Assim, o seu felino terá um momento divertido e também desfrutará de um bom lanchinho.
  • Livre-se de brinquedos velhos e ignorados e crie ou compre uma coleção de brinquedos novos que você acha que seu gato vai gostar.
  • Os gatos, como parte de seu impulso comportamental, precisam escalar. Portanto, é altamente recomendável que sua casa tenha enriquecimento ambiental para felinos. Um espaço vertical (como um arranhador ou uma academia) será ótimo para o seu gatinho. Certifique-se de que há altura suficiente para que possa escalar um pouco.
  • Você pode querer adicionar outro felino à sua casa para animar seu gatinho solitário. Lembre-se de que essa não é uma solução rápida. Qualquer novo animal de estimação precisará passar por um processo de adaptação e ficar em seu próprio quarto nas primeiras semanas para uma introdução lenta e segura.
Um exemplo de academia para gatos.

Agora que você já conhece alguns dos motivos pelos quais seu gato não quer brincar e várias opções para incentivá-lo a se mexer, é hora de aplicá-las. Lembre-se sempre de que brincar é um elemento essencial se você quer deixar seu felino feliz, então não ignore sua apatia.

Pode interessar a você...
Estereotipias em gatos: causas, sintomas e tratamento
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Estereotipias em gatos: causas, sintomas e tratamento

As estereotipias em gatos representam uma série de comportamentos difusos que indicam estresse e falha emocional em animais.