Os 6 mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos

Os mamíferos que têm os sentidos mais desenvolvidos não só enxergam e ouvem de forma amplificada, como também percebem coisas que seriam impossíveis para nós. Descubra aqui quais são eles.
Os 6 mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos

Última atualização: 11 Setembro, 2021

O estudo da percepção é fascinante, especialmente considerando que existem espécies cujas capacidades sensoriais são radicalmente diferentes ou mais sofisticadas que as nossas. Para mostrar a diversidade sensorial na natureza, neste artigo você vai os mamíferos que têm os sentidos mais desenvolvidos.

Alguns dos exemplos que você encontrará aqui têm uma capacidade perceptiva maior do que a dos seres humanos, enquanto outros simplesmente percebem coisas que nós não somos capazes. Embora o ponto de comparação seja a nossa espécie, isso não é um impedimento para encontrar dados incríveis aqui, então não deixe de conferir.

Os 6 mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos

A sobrevivência de cada espécie requer habilidades específicas: assim como os mangustos são imunes ao veneno da cobra-real, um gato precisa enxergar no escuro para encontrar sua presa. As pressões ambientais encorajam as espécies a desenvolver alguns sentidos mais do que outros, visto que, de fato, o ser vivo “biologicamente perfeito” não existe.

Aqui você conhecerá as adaptações mais incríveis do mundo animal no campo dos sentidos, então não perca! Alguns dos integrantes desta lista vão além do olfato, tato, paladar, visão e audição.

1. Gato (Felis silvestris catus)

A visão do gato é excelente em condições de pouca luz. Isso se deve ao fato de esses felinos possuírem uma camada de tecido (chamada tapetum lucidum) próxima à retina, que faz com que a luz seja refletida dentro do próprio olho do animal, aumentando assim a quantidade que chega aos fotorreceptores oculares.

Animais cujos olhos brilham no escuro possuem essa membrana, por ser típica de espécies que ficam ativas à noite. A visão noturna dos gatos é 6 ou 8 vezes melhor do que a dos humanos. Seu campo de visão também é um pouco mais amplo, cerca de 200 graus em comparação com os nossos 180 graus.

Os sentidos dos mamíferos são muito apurados.

2. Morcego

Os morcegos (Chiroptera) são um dos mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos no que diz respeito à audição. Enquanto os humanos ouvem apenas de 20 a 20 000 Hz, os quirópteros podem emitir e perceber em uma faixa de 150 000 a 200 000 Hz.

A razão de terem uma audição tão boa está em seu modo de vida: como são noturnos e quase cegos, a capacidade de ecolocalização dos morcegos é o que lhes permite criar uma representação espacial do ambiente e caçar suas presas. Esse sentido é tão preciso que eles são capazes de detectar pequenos insetos em voo.

Para ecolocalizar no meio ambiente, os morcegos emitem ondas pela boca e pelo nariz. As ondas rebatidas ou os ecos representam os elementos do ambiente.

A comunicação entre os animais pode ser muito variada.

3. Elefante

Embora quando se fala em olfato sempre pensemos em animais como o cachorro ou o lobo, a verdade é que o elefante é um dos mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos. Os elefantes-da-savana (Loxodonta africana) têm um olfato duas vezes superior ao dos cães e 5 vezes superior ao dos humanos. Eles são capazes de detectar fontes de água a até 20 quilômetros de distância com esse sentido.

Esses paquidermes têm 2000 genes destinados ao olfato, em comparação com 400 em nossa espécie.

Um elefante deitado sobre outro.

4. Camundongo, um dos mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos

O gênero Mus, que inclui a maioria dos pequenos roedores conhecidos como camundongos, tem um paladar altamente desenvolvido. A língua deles carrega mais receptores do que a língua humana, mas não só isso: eles também podem detectar substâncias que nós não podemos.

Alguns desses sabores, para se ter uma ideia, incluem cálcio e dióxido de carbono. Os camundongos podem detectar produtos químicos em alimentos em concentrações de partes por milhão, razão pela qual é difícil eliminá-los com iscas envenenadas.

Um dos 6 mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos.

5. Peixe-boi-marinho (Trichechus manatus)

Também conhecidos como “vacas-marinhas” por sua natureza dócil e dieta herbívora, os peixes-boi entram na lista dos mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos graças à sua habilidade tátil. Na verdade, eles são capazes de sentir objetos antes de entrarem em contato com seu corpo.

Como isso é possível? Pois bem, esses mamíferos marinhos têm o corpo coberto de vilosidades que funcionam de maneira semelhante às vibrissas de um gato. O conjunto desses bigodes táteis forma uma espécie de aparelho sensorial próprio que os ajuda a detectar mudanças nas correntes, na temperatura ou na força da maré.

Um dos 6 mamíferos com os sentidos mais desenvolvidos.

6. Vacas e cervos

Quando se fala em sentidos mais desenvolvidos, é relativamente fácil imaginar como é estar dentro da cabeça de um mamífero, já que todos temos paladar, olfato, tato, audição e visão. Porém, e os sentidos que o ser humano não possui?

Em uma pesquisa de 2008, foi demonstrado que o gado e alguns grupos de cervos selvagens são capazes de perceber os campos magnéticos da Terra, uma habilidade que até agora só era encontrada em aves e insetos. Esses mamíferos se orientam em direção ao norte magnético para descansar e dormir.

Essa magnetorecepção foi posteriormente descrita em outros grandes mamíferos, como os elefantes e possivelmente os cães.

Uma vaca no deserto.

Um mundo sensorial

Como essa lista aborda os mamíferos, é fácil encontrar apenas os 5 sentidos amplificados. Porém, se você tem curiosidade sobre o assunto, a melhor recomendação é explorar o mundo sensorial em outros animais, como pássaros ou insetos. Neles, você encontrará eletrocepção (percepção de eletricidade) ou termocepção (temperatura), entre outros superpoderes.

Ao estudar em profundidade as extraordinárias capacidades dos animais, é fácil ver a relação com sua adaptação ao meio ambiente. No entanto, é impossível evitar a seguinte pergunta: como é o mundo por trás de seus olhos? Se em algum momento formos capazes de emular essa realidade, certamente será uma experiência irrepetível.

Pode interessar a você...
8 mamíferos ameaçados de extinção
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
8 mamíferos ameaçados de extinção

A caça furtiva e o desmatamento são os maiores responsáveis pela perda de espécies. Conheça 8 mamíferos ameaçados de extinção aqui!



  • Begall, S., Červený, J., Neef, J., Vojtěch, O., & Burda, H. (2008). Magnetic alignment in grazing and resting cattle and deer. Proceedings of the National Academy of Sciences105(36), 13451-13455.
  • Narukawa, M., & Misaka, T. (2021). Change in Taste Preference to Capsaicin and Catechin Due to Aging in Mice. Journal of nutritional science and vitaminology67(3), 196-200.
  • von Dürckheim, K. E. (2021). Olfaction and scent discrimination in African elephants (Loxodonta africana) (Doctoral dissertation).