Os 7 tipos de estrelas-do-mar

Apesar de todo mundo conhecer a típica estrela-do-mar comum, existem outros tipos de estrelas-do-mar, com características e formas que podem surpreender.
Os 7 tipos de estrelas-do-mar

Última atualização: 03 Junho, 2021

As estrelas-do-mar (Asteroidea) fazem parte do filo dos equinodermos, animais marinhos caracterizados por um esqueleto interno, formado por um disco pentagonal com 5 braços ou mais. Esse táxon compreende mais de 1900 espécies, distribuídas em 7 ordens ou ‘tipos de estrelas-do-mar’ e diferentes famílias, todas com características únicas.

As estrelas-do-mar são bem conhecidas entre as espécies marinhas, pois têm uma forma muito curiosa de se mover e se reproduzir. Elas têm a particularidade de regenerar seus braços na maioria dos casos e têm sido utilizadas em pesquisas com a finalidade entender esse comportamento. Em seguida, você encontrará várias ordens e espécies de estrelas-do-mar.

1. Ordem Valvatida

Vale ressaltar que grande parte das estrelas-do-mar dessa ordem possuem 5 braços, cujo formato é tubular, contando com uma fileira de pés ambulacrários e ossículos chamativos – estruturas individuais. Estes últimos são formações incrustadas na derme e conferem às estrelas maior proteção e rigidez.

Por outro lado, essa ordem de estrelas-do-mar possui pedicelários e paxilas em sua estrutura. A paxila é uma estrutura em forma de guarda-chuva, cuja função é proteger as espécies dessa ordem, evitando que a região por onde se alimenta e respira seja obstruída pela areia.

É um dos mais diversos tipos de estrelas-do-mar, já que seus exemplares se caracterizam por medir desde alguns milímetros até 75 centímetros. Da mesma forma, é uma ordem muito diversa para a qual não existe uma taxonomia exata, que inclui cerca de 14 famílias e 600 espécies, entre as quais se destacam:

  • Heterozonias alternatus.
  • Protoreaster nodosus.
  • Linckia guildingi.
  • Diabocilla clarki.
  • Pentaster obtusatus.

 

2. Ordem Paxillosida

Outro tipo de estrelas-do-mar é a ordem Paxillosida, que tem como característica principal espécies com 5 ou mais braços, com os quais elas conseguem cavar o fundo arenoso do mar. Fisicamente, esses invertebrados têm pés ambulacrários em forma de tubos, que possuem várias ventosas rudimentares.

Além disso, a superfície esquelética superior do corpo tem pequenas estruturas em forma de grânulos. Não se pode dizer que essa ordem possa ficar a determinada profundidade — porque isso depende da espécie em questão —, além disso, alguns exemplares podem habitar níveis superficiais. A ordem Paxillosida é dividida em 8 famílias, 46 gêneros e mais de 250 espécies, como as seguintes:

  • Luidia bellonae.
  • Ctenodiscus australis.
  • Abyssaster planus.
  • Gephyreaster Fisher.
  • Astropecten acanthifer.

 

3. Ordem Spinulosida

Os membros dessa ordem têm corpos relativamente delicados e como característica distintiva não têm pedicelários. A região aboral (oposta à boca) é coberta por numerosos espinhos que variam de uma espécie para outra, tanto em tamanho quanto em formato e disposição.

Esse tipo de estrela-do-mar geralmente possui um pequeno disco com 5 raios em formato cilíndrico e os pés ambulacrários possuem ventosas. O habitat desses indivíduos varia entre zonas intertidais ou águas profundas e regiões polares, temperadas ou tropicais. Essa ordem de estrela-do-mar inclui a família Echinasteridae, 8 gêneros e mais de 100 espécies, como as seguintes:

  • Odontohenricia violacea.
  • Echinaster colemani.
  • Rhopiella hirsuta.
  • Henricia sanguinolenta.
  • Metrodira subulata.

 

Ordem Spinulosida: tipos de estrelas-do-mar

4. Ordem Brisingida

Nessa ordem de estrelas-do-mar encontram-se exclusivamente aquelas que habitam o fundo do leito marinho, entre 1800 e 2400 metros de profundidade. Apesar de estarem presentes em diferentes regiões, preferem as águas do Caribe, do Oceano Pacífico e da Nova Zelândia. É comum encontrá-las em falésias e áreas de correntes marinhas constantes.

Por outro lado, essas estrelas-do-mar se alimentam por filtração, através de longos braços com espinhos em forma de agulha, que podem ser entre 6 e 20. Também possuem um disco flexível localizado em sua boca. A ordem Brisingida é composta por 2 famílias: Brisingidae e Freyellidae, com um total de 16 gêneros e mais de 100 espécies. Algumas delas são as seguintes:

  • Freyella elegans.
  • Colpaster edwardsi.
  • Brisinga endecacnemos.
  • Novodina americana.
  • Hymenodiscus coronata.

5. Ordem Forcipulatida

Um dos tipos de estrelas-do-mar mais fáceis de identificar é a ordem Forcipulatida, que se caracteriza pela presença de estruturas em pinça que se abrem e fecham. Estas são chamadas de pedicelários e são constituídas por uma haste curta, com 3 partes esqueléticas.

Os pés ambulacrários, dispostos na parte inferior do corpo da estrela-do-mar, possuem ventosas de ponta achatada, que permitem ao invertebrado se mover no leito marinho, e seus braços são robustos, com 5 ou mais raios. Essas estrelas-do-mar têm presença global em águas frias e tropicais.

Como outros tipos de estrelas-do-mar, a ordem Forcipulatida também possui posições diferentes em relação à sua classificação. Assim, considera-se que essa ordem é composta por 7 famílias, mais de 60 gêneros e aproximadamente 300 espécies. A estrela-do-mar-comum (Asterias rubens) é uma das espécies mais conhecidas, mas também há outras, como as seguintes:

  • Bythiolophus acanthinus.
  • Coscinasterias tenuispina.
  • Allostichaster capensis.
  • Labidiaster annulatus.
  • Ampheraster alaminos.

 

Ordem Forcipulatida: tipos de estrelas-do-mar

6. Ordem Notomyotida

Os pés ambulacrários dessas estrelas-do-mar se dividem em séries de 4 com ventosas em suas extremidades, embora certas espécies não tenham essa característica. Seu corpo possui espinhos finos e pontiagudos, com braços compostos por faixas musculares muito flexíveis.

Seu disco é um pouco pequeno, com presença de 5 raios, e os pedicelários possuem formatos diferentes, como valvulado ou com espinhos. Outra característica dessa ordem é que habita águas profundas. O táxon Notomyotida também é formado por uma única família, Benthopectinidae, que possui 12 gêneros e aproximadamente 75 espécies, entre as quais se destacam:

  • Pectinaster agassizi.
  • Acontiaster bandanus.
  • Myonotus intermedius.
  • Benthopecten acanthonotus.
  • Cheiraster echinulatus.

7. Ordem Velatida

Essa ordem de estrelas-do-mar é identificada por um corpo robusto com grandes discos. Dependendo da espécie, esses invertebrados têm entre 5 e 15 braços, muitos deles com esqueleto subdesenvolvido. Existem indivíduos pequenos medindo entre 0,5 e 2 centímetros e outros com até 30 centímetros. Em relação ao seu habitat, essa ordem prefere águas profundas.

Os braços estão separados entre 5 a 15 centímetros e os pés ambulacrários estão em séries pares, geralmente com uma ventosa altamente desenvolvida. Por outro lado, os pedicelários geralmente estão ausentes, mas, quando presentes, estão distribuídos em grupos de espinhos. A ordem Velatida é composta por 5 famílias, 25 gêneros e 200 espécies, como estas:

  • Euretaster attenuatus.
  • Belyaevostella hispida.
  • Asthenactis australis.
  • Caymanostella phorcynis.
  • Korethraster hispidus.

Outras espécies: tipos de estrelas-do-mar

As estrelas-do-mar desempenham um papel muito importante nos ecossistemas marinhos. Infelizmente, elas têm uma maior suscetibilidade a agentes químicos, pois filtram facilmente as toxinas que entram em maior medida nos oceanos, devido à poluição hídrica em todo o mundo.

É comum ver algumas espécies de estrelas-do-mar perto de praias turísticas, onde os visitantes as tiram da água sem perceber os danos que causam ao animal, que é incapaz de respirar fora d’água. Outras espécies de estrelas-do-mar, ameaçadas ou não, são as seguintes:

  • Echinaster sepositus.
  • Luidia ciliaris.
  • Marthasterias glacialis.

 

Outros tipos de estrelas-do-mar

Como você viu, existem diferentes espécies de estrelas-do-mar, que diferem umas das outras pelos seus braços, seus pés e pela profundidade em que vivem. Também se observa que possuem espinhos ou outras características físicas que ajudam a identificar a espécie, embora, à primeira vista, a maioria das estrelas-do-mar sejam semelhantes ao olho humano.

Pode interessar a você...
As características da estrela-do-mar
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
As características da estrela-do-mar

A estrela-do-mar é um animal invertebrado que se caracteriza por ter cinco braços, terminados em ponta. Esta forma é o que lhe dá o nome de 'estrela'.