Tudo que você precisa saber sobre a vida dos grilos

abril 23, 2020
Saiba tudo sobre a vida dos grilos, um inseto que salta, canta, e é até considerado... um alimento muito nutritivo para algumas culturas!

Para muitos, o grilo é um símbolo de boa sorte. No entanto, também pode ser odiado devido aos sons inoportunos que emite durante as noites quentes em que os humanos tentam dormir. Também é considerado um alimento muito nutritivo – e até mesmo delicioso – para algumas culturas. Aprenda sobre a vida dos grilos, um inseto que certamente não passa despercebido.

Um inseto que prefere climas quentes

Existem mais de 900 espécies conhecidas deste integrante da família dos grilídeos. Junto com os gafanhotos, fazem parte dos ortópteros, uma ordem de insetos hemimetábolos.

O grilo pode ser encontrado em todo o planeta, exceto em regiões muito frias. Ele prefere áreas quentes, e pode ser visto em campos, florestas, pastagens, cavernas, praias e, é claro, em jardins e casas.

De hábitos noturnos, estes insetos onívoros usam as suas antenas para detectar alimentos. Sua dieta é composta principalmente por:

  • Matéria vegetal em decomposição
  • Folhas
  • Cogumelos
  • Frutas
  • Pequenos insetos (pulgões, formigas, etc.)
  • Minhocas

Contaremos detalhes sobre a vida dos grilos, um inseto que se destaca pelo seu canto, que é produzido devido ao atrito das asas dos machos.

Um inseto que prefere climas quentes

Aspecto físico do grilo

As características físicas do grilo incluem:

  • Corpo cilíndrico e forte.
  • Cabeça arredondada com antenas longas e finas e olhos compostos.
  • Mede entre dois e cinco centímetros, de acordo com a espécie, e pesa entre 1 e 10 gramas.
  • As patas traseiras são mais desenvolvidas, o que lhe permite saltar, mas também se movem com movimentos curtos e bruscos.
  • Suas cores podem ser preto, marrom, vermelho, amarelo ou verde.
  • Contam com um aparato bucal mastigador, utilizado para triturar os alimentos.

Além disso, embora não voe, possui dois pares de asas responsáveis ​​pela estridulação, o som que somente os machos produzem quando as esfregam. Na verdade, o grilo tem dois tipos de canto: um estridente para atrair as fêmeas e outro mais suave para cortejá-las.

Saiba mais sobre a vida dos grilos

Após o acasalamento, a fêmea deposita entre uma dúzia e centenas de ovos no chão. Isso é feito através de uma estrutura no abdômen chamada ovipositor.

Dentro de duas semanas, nascem as ninfas, semelhantes aos grilos adultos, mas menores e sem asas. A maioria dos filhotes cuida de si mesmo. No entanto, em algumas espécies, os pais cuidam dos seus pequenos por alguns dias.

A expectativa de vida desse inseto, dependendo da espécie, varia de três meses a um ano. Seus principais predadores são as rãs, tartarugas, lagartos, pássaros e algumas aranhas grandes.

Saiba mais sobre a vida dos grilos

Curiosidades sobre a vida dos grilos

  • Embora seja um inseto que se destaca por seu grande número, algumas espécies estão ameaçadasA causa está, como sempre, nas mãos do homem, que destrói o seu habitat.
  • Eles capturam sons através dos tímpanos, que estão localizados nas patas.
  • A taxa na qual os grilos cantam por minuto permite calcular a temperatura externa. Com base nela, foi desenvolvida a lei de Dolbear.
  • Este é um animal muito territorial. Essa característica levou à organização de brigas de grilos em certos países, principalmente na Ásia.
  • Estima-se que comer grilos forneça mais que o dobro de proteína que a carne vermelhaÉ um alimento saudável e nutritivo, que fornece os nove aminoácidos essenciais.
  • A produção de grilos nas fazendas para o consumo humano e de outros animais é uma indústria em expansão. Eles também são criados para serem vendidos como animais de estimação.