Winter: o golfinho que perdeu a nadadeira

· agosto 7, 2018
Esta história comovente conta a recuperação milagrosa de um cetáceo que ganhou uma prótese no final de sua nadadeira. Algo inédito até à data, uma vez que nenhum indivíduo dessa espécie tinha sobrevivido a tal perda. Entretanto, o animal aprendeu a nadar de outra maneira e assim passou a ter uma vida normal. Há dois filmes em homenagem a ele.

Nem todos os centros que exibem animais são zoológicos que mantêm seus habitantes presos. Alguns são centros de recuperação que abrigam animais que não podem mais viver em liberdade. Um dos melhores exemplos é Winter, o golfinho que perdeu a nadadeira.

O resgate de Winter, o golfinho que perdeu a nadadeira

No início de dezembro de 2010, trabalhadores do Clearwater Marine Center, na Flórida, Estados Unidos, encontraram Winter. Era um filhotinho de golfinho de dois meses de idade. O animal estava preso em redes de pesca. Assim, as linhas cortaram a circulação da nadadeira traseira.

O animal foi levado para o centro, que também é um hospital para animais marinhos. Então, eles imediatamente começaram o tratamento. Winter se recuperou, mas sua nadadeira estava se deteriorando. Infelizmente, não foi possível fazer nada para salvá-la.

História real de Winter: o golfinho que perdeu a nadadeira
Fonte: https://www.trbimg.com / Orlando Sentinel
Winter lutou para seguir em frente. Ele aprendeu a nadar de forma diferente, e apesar da grande mudança em sua vida, ele se recuperou completamente. Assim, ele conseguiu crescer como um golfinho normal. Winter superou todas as expectativas que se formaram em torno dele. Seu desejo de viver superou todas as adversidades.

Recuperação e prótese

nadadeira traseira é importantíssima para um golfinho. É através dela que esses animais conseguem nadar. Além disso, não há outra parte de seu corpo preparada para cumprir essa função. Winter precisava de uma nadadeira traseira.

Então, os veterinários fizeram uma prótese. Foi a primeira vez em que foi feito algo desse tipo. Nunca houve um golfinho que tivesse sobrevivido depois de ter perdido a nadadeira traseira. Uma conhecida empresa de próteses para humanos aceitou o desafio de devolver a nadadeira a Winter. E, por fim, eles conseguiram.

Uma equipe foi formada com especialistas de diferentes áreas. Durante a construção dessa barbatana, eles resolver os muitos desafios que foram surgindo. O maior deles era fixar a nadadeira na cauda de Winter sem que ela escorregasse ou machucasse a pele do animal.

Winter reabilitado
Fonte: www.thestar.com
Finalmente, eles projetaram um sistema de fixação semelhante a uma luva. A prótese foi fixada com um tipo de arnês de plástico. Ele foi coberto com um material semelhante ao látex. É flexível e leve, mas também resistente. Além disso, o mais importante é que adere à pele sem ferir o animal.

O filme sobre Winter

Winter, o golfinho que perdeu a nadadeira, inspirou dois filmes que se tornaram um sucesso de bilheteria. Na versão original, eles foram intitulados de Dolphin Tale. O título foi traduzido Winter – O Golfinho.

Nessas produções cinematográficas, a história real é contada, mas com algumas licenças poéticas. Kyle, um garoto de 11 anos, encontra Winter encalhado e ferido em uma praia. O filme segue a história de amizade e superação dos doisenquanto o golfinho perde sua barbatana e ganha a famosa prótese.

Filme sobre Winter, o golfinho

O primeiro filme foi lançado em 2011, e tal foi o sucesso que eles gravaram uma segunda parte. Em 2014. foi lançada a sequência. Nesse filme, Winter perdeu o seu parceiro na piscina. Por isso, a equipe do centro de recuperação está à procura de outro golfinho para acompanhar Winter durante a vida.

A nova parceira de Winter: Hope

Na vida real, isso também aconteceu. Os golfinhos são animais sociais que precisam viver em grupos. Por isso, o golfinho escolhido para acompanhar Winter foi Hope. Hope tinha sido encontrada quando tinha apenas dois meses de idade, junto com sua falecida mãe.

Eles alimentaram a Hope por alguns meses, mas ela chegou tão jovem no centro que não pôde voltar à natureza. Sua mãe teria lhe ensinado a pescar, mas ela não teve companhia para aprender essas habilidades. Então, Hope foi transferida para o tanque de Winter e desde então eles moram juntos.

Winter e Hope são dois animais que não poderiam ter sobrevivido na natureza. Há ocasiões excepcionais em que o ser humano é capaz de cuidar e reabilitar os animais que precisam. Assim, é possível dar-lhes um futuro em que possam ser felizes e viverem em segurança.

Em troca, Winter e Hope nos mostram duas histórias de superação e amizade. A perseverança e capacidade de adaptação fizeram com que ambas fossem um sucesso. Assim, esses animais servem de exemplo para ajudar muitas pessoas a não desistirem diante dos problemas.