As incríveis habilidades do pássaro-lira soberba

março 12, 2019
Originário da Austrália, o pássaro-lira soberba está entre as maiores aves cantoras do planeta e pode chegar até um metro de comprimento.

O majestoso pássaro-lira soberba, nativo da Austrália, é conhecido por sua capacidade de reproduzir com precisão qualquer tipo de som. O fascínio por este animal levou numerosos cientistas a incluírem esta ave em pesquisas e documentários.

Habitat e características do pássaro-lira soberba

Seu nome científico é Menura novaehollandiae, e esta grande ave da família Menuridae pode atingir até um metro de comprimento.

É uma das maiores aves cantoras do mundo, ficando atrás do corvo de bico grosso e do corvo comum. Seu habitat é geralmente encontrado nas florestas australianas de Queensland e Victoria.

Pássaro-lira soberba

O nome dessa ave se deve ao aspecto que apresentam as penas que têm em sua cauda, que, quando esticadas, assemelham-se a uma lira.

Depois de sete anos de desenvolvimento, o macho usa essas penas da cauda majestosas, que chegam a medir até 55 centímetros, para atrair as fêmeas durante o acasalamento, em que cada par produz geralmente um ovo.

Durante o ritual de acasalamento, o macho canta, dança e abana a cauda para encantar a fêmea.

Embora o cérebro do pássaro-lira soberba seja minúsculo, essa espécie é um grande imitador de sons, entre eles a complexa melodia da cucaburra ou, infelizmente, o som de uma motosserra.

Embora possa imitar os sons emitidos por até 20 espécies diferentes de aves, a verdade é que o pássaro-lira está expandindo seu repertório para sons criados pelo homem, o que gerou grande confusão entre a população nativa.

pássaro-lira soberba

A ave preferida pelos cientistas

Um dos grandes naturalistas do nosso tempo, David Attenborough, incluiu em seu conhecido documentário The Life of Birds várias cenas protagonizadas pela espécie pássaro-lira em plena demonstração de suas habilidades de canto. Entre outros cantos, ele conseguiu imitar o som de uma câmera perfeitamente.

Ornitólogos se dedicaram a estudar a estrutura e a evolução das vocalizações em aves para tentar correlacionar a evolução de diferentes tipos de canto com aspectos como a seleção sexual ou o ambiente imediato em que a espécie está inserida.

Como uma ave passeriforme ou ave cantora, o pássaro-lira soberba frequentemente amplia seu repertório para atrair o maior número possível de fêmeas e também para defender o seu território.