Crocodilos: de que se alimentam?

Os crocodilos são animais carnívoros que têm um metabolismo tão lento que podem levar alguns dias para fazer a digestão. Você quer saber mais sobre suas estratégias tróficas?
Crocodilos: de que se alimentam?

Última atualização: 20 fevereiro, 2022

Certamente em alguma ocasião você já viu crocodilos, pelo menos em uma fotografia ou quadro. Portanto, você pode descrevê-los facilmente: são grandes, semiaquáticos, lentos em terra, tomam sol por horas, mas uma vez na água tornam-se excelentes nadadores. Você também deve ter uma certa noção do que eles comem. Mas você sabe detalhes do que se alimentam os crocodilos?

Esses répteis pertencem à ordem Crocodylia, composta por 3 famílias, que incluem jacarés (Alligatoridae), gaviais (Gavialidae) e os próprios crocodilos (Crocodylidae). Sua dieta é carnívora e eles se destacam pela inteligência no momento de obter suas presas. Continue lendo e descubra tudo relacionado à alimentação desses répteis.

Características do crocodilo

Os crocodilos se destacam por seu tamanho. São um dos maiores répteis do mundo, com espécies que podem atingir pouco mais de 6 metros de comprimento e 1500 quilos de peso, como o espécime marinho C. porosus. Esses animais têm um corpo longo e robusto e apresentam um movimento lento em terra, mas na água são nadadores muito ágeis.

No corpo destaca-se a cabeça com um grande focinho, numerosos dentes e mandíbulas poderosas. Além disso, os crocodilos têm uma cauda longa. Sua pele é dura, seca e escamosa.

Seus habitats incluem águas doces e salgadas. Eles estão distribuídos na zona tropical dos continentes americano, africano, australiano e asiático. Passam grande parte do tempo no meio aquático, principalmente à noite, para ajudar no controle da temperatura corporal, uma vez que são animais ectotérmicos.

Durante o dia, os crocodilos conseguem se manter aquecidos tomando sol com a boca aberta.

Quantos dentes um crocodilo tem?

Sistema digestivo dos crocodilos

O sistema digestivo dos crocodilos e répteis em geral começa na cavidade oral e termina na cloaca. A boca é larga para permitir o consumo de alimentos volumosos e está equipada com incisivos pontiagudos que podem ser substituídos quando perdidos. A língua é achatada, de formato triangular e não possui papilas gustativas.

A boca dos crocodilos é grande porque eles não mastigam a comida, mas a engolem inteira, um fato surpreendente.

Atrás da boca existe uma faringe curta, um esôfago tubular e reto, um estômago dilatado, um intestino delgado com vilosidades internas e um intestino grosso maior que o anterior, que termina com a cloaca. Esses répteis também têm fígado, pâncreas e vesícula biliar.

A digestão desses animais é caracterizada pela lentidão, podendo levar vários dias para ser realizada. Apesar do seu metabolismo, requerem menos energia para realizar os processos vitais, o que lhes permite permanecer algum tempo sem consumir nenhum alimento.

Os sucos gástricos dos crocodilos são poderosos, eles podem degradar material ósseo sem problemas. Dessa forma, aproveitam ao máximo todos os alimentos consumidos.

Do que os crocodilos se alimentam?

Os crocodilos são carnívoros oportunistas e se alimentam de tudo em seu caminho, adaptando-se ao ambiente em que vivem. Eles consomem presas diversas, de pequenas a grandes e tanto invertebrados quanto vertebrados.

A ingestão nesses répteis depende da temperatura. Por isso, podem aumentar a alimentação durante os meses mais quentes e diminuí-la nos meses mais frios. Esse fato foi observado em nível científico no crocodilo-marinho (C. porosus), em Bangladesh. Estima-se que sua função seja o acúmulo de gordura no corpo como reserva para o inverno.

As presas variam de acordo com o tamanho dos indivíduos, uma vez que os animais adultos podem comer mais alimentos do que os jovens. Peixes e crustáceos são as presas preferidas. Abaixo detalhamos o consumo de acordo com o desenvolvimento do animal.

Alimentação de filhotes e jovens

No caso dos crocodilos em estágios iniciais de desenvolvimento, eles tendem a consumir insetos e outros pequenos invertebrados (tanto aquáticos quanto terrestres), como crustáceos e caramujos, pois devido ao seu tamanho não podem ingerir presas grandes. Peixes menores também estão incluídos na dieta.

De que se alimentam os crocodilos adultos?

Quando esses animais atingem um maior desenvolvimento, o cardápio aumenta com a captura de presas maiores, que incluem vertebrados como peixes, aves, répteis e mamíferos. O canibalismo pode ocorrer entre esses espécimes, pois às vezes consomem ovos ou outros crocodilos.

Como os crocodilos caçam?

Depois de aprender o que os crocodilos comem, estamos prontos para explorar como eles conseguem sua comida. Esses répteis são mais ágeis na água, por isso preferem caçar nesses ambientes.

Os crocodilos se escondem e aguardam com calma a chegada da presa para realizar movimentos rápidos e precisos na hora certa. Da mesma forma, podem aproveitar para realizar o seu ataque surpresa quando um animal se aproxima dos espaços para beber água.

Vários estudos mostraram a astúcia desses répteis para capturar suas presas. Algumas observações indicam como um grupo de crocodilos pode trabalhar em equipe e unir forças na caça.

Outras observações revelaram comportamentos incríveis por meio do uso de “iscas” ou ferramentas, com as quais os crocodilos enganam suas presas e as levam à morte certa entre suas mandíbulas. Implementos como galhos ou paus de madeira se destacam na superfície dos corpos d’água para atrair aves.

Um crocodilo comendo um peixe.

Como vimos, as presas de que os crocodilos se alimentam são variadas e, devido aos seus hábitos oportunistas, eles aproveitam o que encontram disponível no ambiente: peixes, invertebrados aquáticos e terrestres, aves, répteis e mamíferos. Esses animais atacam de surpresa com suas poderosas mandíbulas e dentes afiados, o que os torna caçadores ousados.

Pode interessar a você...
9 tipos de crocodilos
Meus Animais
Leia em Meus Animais
9 tipos de crocodilos

Atualmente, existem 24 tipos de crocodilos, que estão divididos em 3 famílias: crocodilos verdadeiros, jacarés e gaviais. Saiba tudo aqui!



  • Casas, G., Barrios, G. (2003). Hábitos alimenticios de Crocodylus acutus (Reptilia: Crocodylidae) determinados por el análisis de sus excretas en la costa de Jalisco, México. Anales del Instituto de Biología, 74(1), 35-42.
  • Dinets, V., Brueggen, J., & Brueggen, J. (2013): Crocodilians use tools for hunting. Ethology Ecology & Evolution. http://dx.doi.org/10.1080/03949370.2013.858276
  • Dinets, V. (2014): Apparent coordination and collaboration in cooperatively hunting crocodilians. Ethology Ecology & Evolution. http://dx.doi.org/10.1080/03949370.2014.915432
  • Ferreira, M., Quagliatto, A., Campos, F., Salgueiros, S., Macedo, J., Queiroz, L., Goncalves, L., Souza, J. (2011). Anatomical and topographical description of the digestive system of Caiman crocodilus (Linnaeus 1758), Melanosuchus niger (Spix 1825) and Paleosuchus palpebrosus (Cuvier 1807). International Journal Morphology, 29(1), 94-99.
  • Hossain, S., Jaman, M.,Ahmed, M., Rahman, M., &Uddin, M. (2013). Food consumption of saltwater crocodile (Crocodylus porosus) in a reptile farm of Bangladesh. Bangladesh Journal of Zoology, 41(2), 173-179.
  • Villegas, A., & Schmitter-Soto, J. (2008). Feeding habits of the american crocodile, Crocodylus acutus (cuvier, 1807) (Reptilia: Crocodylidae) In the southern coast of Quintana Roo, Mexico. Acta Zoológica Mexicana, 24(3), 117-124.