10 dúvidas frequentes sobre aquários

Tem dúvidas sobre o seu aquário e o funcionamento do ecossistema que nele habita? Este hobby pode ser muito exigente, por isso não deixe de ler as dicas que trazemos para você.
10 dúvidas frequentes sobre aquários

Última atualização: 23 Outubro, 2021

Um aquário bem montado é lindo e fascinante na mesma medida. Ver peixes nadando juntos e observar um ecossistema naturalizado florescer dentro de casa é uma experiência como nenhuma outra, mas chegar a esse ponto requer algum conhecimento prévio. Aqui, apresentamos 10 dúvidas frequentes sobre aquários e suas respostas.

Se você quer começar no hobby do aquarismo ou simplesmente quer renovar conceitos, está no lugar certo. Continue lendo e anote essas dicas, pois elas serão úteis na montagem e na manutenção do seu tanque a longo prazo.

1. É melhor começar com um aquário grande ou pequeno?

Ao contrário da crença popular, começar com um grande aquário é sempre uma opção melhor. O ideal é obter um aquário com capacidade para 80 a 200 litros e com sistema de filtragem próprio e adequado ao volume de água. Não economize nas despesas, pois esse investimento inicial condicionará o resto da sua experiência de longo prazo.

Em geral, grandes sistemas agem como “esponjas”, ou seja, as variações precisam ser muito amplas para que uma mudança real ocorra neles. A mesma regra se aplica aos aquários: quanto mais água contiverem, mais difícil será para que um único erro altere todos os parâmetros da água.

2. Posso usar um aquário tipo bola para colocar meus primeiros peixes?

A resposta a essa pergunta é sempre negativa. Os tanques de peixes tipo bola eram usados nos tempos antigos, quando não havia conhecimento suficiente sobre as necessidades dos animais, mas hoje seu uso é considerado um ato de maltrato animal.

Esse “complemento estético” não proporciona espaço suficiente para nenhum peixe nem um sistema de filtragem adequado. Nenhum animal sobrevive nesse tipo de tanque a longo prazo, então evite adquiri-lo se quiser se iniciar nesse hobby.

Mais do que uma dúvidas sobre os aquários, a aquisição de um aquário tipo bola é um ato antiético.

Um peixe triste em um pequeno aquário.
Um exemplo do que nunca deve ser feito.

3. Mas os peixes em aquários pequenos crescem menos, certo?

As pessoas que mantêm seus peixes em tanques minúsculos pensam que é por isso que eles crescerão menos. Isso é uma meia verdade, pois é verdade que o crescimento dos seres vivos pode ser mais ou menos eficaz dependendo do ambiente em que se encontram. Se eles estiverem estressados e fracos, o mais normal é que o tamanho de seu corpo não se desenvolva totalmente.

Em qualquer caso, você deve ter em mente que cada espécie tem uma extensão corporal “predeterminada” e codificada por seus genes. Um peixinhodourado (Carassius auratus) atingirá tamanhos de 10 a 15 centímetros de comprimento mínimo, independentemente do contexto. Se não antingiu, é porque morreu antes do tempo ou porque as condições de seu ambiente são inadequadas.

4. Posso ter um aquário sem filtro?

Ter um aquário sem sistema de filtragem é possível, mas não é recomendado de forma alguma. Embora seja verdade que alguns especialistas conseguiram manter nanotanques sem filtros (regulando os parâmetros apenas com as plantas e o meio ambiente), a maioria dos tutores iniciantes fracassará nessa tentativa.

Um aquário sem filtros exigirá trocas de água de 10-15% a cada 3 dias. Isso representa muito estresse para os peixes, que provavelmente acabarão morrendo por causa da má qualidade da água. As únicas espécies que podem sobreviver sem um sistema de filtração são os bettas (Betta splendens) e alguns invertebrados aquáticos.

Um dos peixes para um pequeno aquário.

5. Acabei de montar o meu aquário: posso colocar os peixes agora?

Essa é uma das perguntas mais comuns sobre o aquário e a resposta é sempre um sonoro “não”. Assim que montar o tanque, você terá que aguardar um período de 1 mês e realizar um processo conhecido como ciclagem. É necessário permitir que o tanque amadureça, pois nos estágios iniciais ocorrerão picos químicos na água que matarão os peixes.

6. Quantos peixes posso colocar no meu aquário?

Responder a essa pergunta sobre o seu aquário é complexo, pois cada espécie tem seus próprios requisitos. Em qualquer caso, recomendamos que comece sempre com um tanque de pelo menos 40 litros. Isso é suficiente para manter um cardume de algumas espécies pequenas, como guppies, tetra neon ou peixes-zebra.

Além dessa regra geral, tudo dependerá das espécies que você deseja ter em seu aquário. Em geral, 5 litros de volume devem ser “adicionados” para cada espécime pequeno, enquanto um grande (como um peixinho-dourado) exigirá entre 30 e 40. Por essa razão, em um tanque de 100 litros você só pode colocar 2 peixinhos-dourados, mas até 20 pequenos peixes tropicais.

7. Meu aquário precisa de luz?

Todos os tanques precisam de luz externa, uma vez que os seres vivos são guiados por um fotoperíodo e não podem ficar continuamente em um ambiente escuro. Além disso, uma lâmpada é ainda mais necessária se quiser ter plantas no aquário (algo que é sempre recomendado). O fotoperíodo padrão é de 10 horas de luz por dia.

8. Com que frequência devo alimentar meus peixes?

A alimentação excessiva é um erro muito comum para iniciantes nesse hobby. Ao ver tantos peixes, é normal pensar que eles consumam muita comida, mas nada poderia estar mais longe da verdade. Se você olhar para quase todos os peixes exóticos, verá que sua boca é muito pequena (e seu estômago não é grande).

Em geral, recomenda-se administrar uma pitada ou colher de chá de ração para peixes no tanque a cada 24 horas (no máximo a cada 12). Se você notar que a matéria orgânica se acumula no fundo e surgem pequenos vermes, reduza a quantidade de alimento fornecido.

9. Com que frequência devo trocar a água do meu aquário?

Mesmo que o seu tanque possua sistema de filtragem, é necessário retirar 10-15% da água todas as semanas e substituí-la por água nova (sem cloro). Você pode aproveitar esse momento para sifonar o cascalho e extrair a matéria orgânica em decomposição que esteja no fundo do aquário.

10. Por que os peixes morrem?

Infelizmente, essa talvez seja uma das dúvidas mais comuns sobre aquários de tutores de primeira viagem. É normal cometer erros e, portanto, às vezes os peixes morrem dentro de algumas semanas após serem colocados no tanque. Muito provavelmente, os parâmetros da água não estão controlados e isso causou sua morte.

Para evitar essa situação, recomendamos que você sempre tenha kits químicos especiais à mão para testar a água do aquário. Use-os uma vez por semana e, caso algum valor seja preocupante (nitritos, nitratos, pH e outros), troque parte da água do aquário e acrescente os corretores pertinentes.

Água verde no aquário representa crescimento excessivo de algas.

As dúvidas sobre aquários são muitas, mas quase todas se resolvem com um pouco de preparação prévia. Nós apenas tocamos a superfície do tema aqui, então encorajamos você a continuar procurando mais informações. Quando estiver pronto, encontre uma loja especializada e deixe-se guiar na hora de construir seu primeiro tanque.

Pode interessar a você...
Água turva no aquário: causas e soluções
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Água turva no aquário: causas e soluções

A água turva no aquário é um motivo de preocupação em todos os casos. Pode haver uma incompatibilidade séria no tanque. Saiba mais!