Características dos mamíferos voadores

março 20, 2020
Os mamíferos voadores são um pequeno grupo de espécies que têm a capacidade de voar, planar ou se mover pelo ar.

Pode parecer chocante, mas eles existem. Neste artigo, vamos falar sobre um grupo muito especial de espécies: os mamíferos voadores. Você quer saber quais são as suas características e quais espécies têm a capacidade de ‘voar’? Descubra todos os detalhes a seguir.

Quais são as suas características em comum?

Os mamíferos (classe Mammaliapodem ser classificados, de forma geral, de acordo com a sua adaptação ao ambiente em que vivem. De acordo com este critério, existem mamíferos terrestres, mamíferos marinhos e mamíferos voadores.

Entre as quase 4.400 espécies de mamíferos conhecidas, pouco mais de 20% delas têm a capacidade de se mover pelo ar.

Para fazer isso, todas essas espécies têm uma característica em comum: a existência de asas ou membros especialmente adaptados para o deslocamento aéreo.

Quanto ao restante das suas características fisiológicas, elas coincidem com as dos outros mamíferos: presença de pelos, glândulas mamárias para a lactação e a capacidade de regular a temperatura corporal.

Quais são os tipos de mamíferos voadores existentes?

Dentro deste grupo especial de animais, dois tipos podem ser distinguidos: os mamíferos de voo ativo e os de voo passivo:

  • Voo ativo: esse grupo inclui animais que podem tomar impulso através das batidas das suas asas, da mesma forma que os pássaros. Esses animais desenvolveram mecanismos adaptativos para o voo ativo. Nesse grupo, encontramos os morcegos (ordem Chiroptera), os únicos mamíferos que podem voar de verdade.
Características dos mamíferos voadores

  • Voo passivo: as espécies deste grupo têm a capacidade de planar no ar. Para que isso pudesse acontecer, a pele entre os membros posteriores e anteriores se transformou em uma fina membrana. É essa membrana que permite que eles controlem a queda quando saltam e planam em uma direção específica. Neste grupo, encontramos muitas espécies diferentes de mamíferos, tais como os esquilos voadores, o colugo ou lêmure voador, e os ratos voadores.   

Curiosidades sobre os mamíferos voadores

Nesse grupo, vale destacar alguns dados que chamam a atenção:

  • O menor mamífero voador é o morcego-nariz-de-porco-de-kitti (Craseonycteris thonglongyai). Mede cerca de três centímetros e pesa cerca de dois gramas.
  • Também temos a raposa voadora das Filipinas (Acerodon jubatus), com uma envergadura de até 2,5 metros. É o maior morcego conhecido até o momento.
  • Algumas espécies usam um sistema de ecolocalização para se orientarem e localizarem as suas presas. Através da emissão de ondas sonoras que são refletidas nos obstáculos, esses animais conseguem calcular a distância até um obstáculo ou presa.
Características dos mamíferos voadores

O mamífero voador mais antigo

Pesquisas recentes sugerem que um fóssil encontrado na China pode ser a chave para explicar que os primeiros mamíferos começaram a se deslocar pelo ar quase ao mesmo tempo que os pássaros.

Os vestígios encontrados datam de 125 milhões de anos. Quando estudados em profundidade, os pesquisadores encontraram evidências da existência de uma membrana de pele semelhante à usada pelos mamíferos de voo passivo atualmente. Esta descoberta é, até agora, a evidência fóssil do mais antigo mamífero voador conhecido.

  • Meng, J., Hu, Y., Wang, Y., Wang, X., & Li, C. (2006). A Mesozoic gliding mammal from northeastern China. Nature444(7121), 889.

 

  • Panyutina, A. A., Korzun, L. P., & Kuznetsov, A. N. (2015). Flight of mammals: from terrestrial limbs to wings. Springer.