O ser humano influencia no surgimento de câncer em animais selvagens?

abril 6, 2019
Os seres humanos podem influenciar o câncer em muitas outras espécies do planeta, de acordo com um estudo da Escola de Ciências da Vida da Universidade Estadual do Arizona.

Certas práticas humanas podem causar câncer em humanos. Entretanto, é possível que essas práticas prejudiquem a saúde de outras espécies ou até mesmo causem câncer em animais selvagens?

Os seres humanos sabem que algumas de nossas atividades e práticas podem nos levar a desenvolver câncer em nossos órgãos. Tabagismo, dietas inadequadas, poluição e exposição excessiva ao sol podem contribuir para um aumento do risco de câncer.

Até mesmo produtos de higiene pessoal e uso de produtos químicos como aditivos alimentícios podem aumentar os riscos de câncer.

Entretanto, o que não sabemos é até que ponto essas e outras atividades humanas também podem causar câncer em animais selvagens.

O ser humano é uma espécie oncogênica?

Essa pergunta nada mais é do que questionar se a espécie humana ocasiona ou contribui para surgimento de tumor canceroso. Para os pesquisadores da Escola de Ciências da Vida da Universidade do Estado do Arizona, sim, seres humanos são oncogênicos. Por isso, eles pedem que este assunto seja investigado.

Mathieu Giraudeau e Tuul Sepp, pesquisadores de pós-doutorado da Universidade Estadual do Arizona, são responsáveis pelo estudo.

Em um artigo publicado na revista Nature Ecology & Evolution, dizem que os seres humanos estão mudando o meio ambiente de modo que favorecem o surgimento de câncer em animais selvagens.

Sabe-se, de acordo com esses pesquisadores, que alguns vírus podem causar câncer em humanos, alterando o ambiente em que vivem, ou seja, células humanas, para torná-las mais adequadas para eles.

“Basicamente, estamos fazendo o mesmo. Estamos mudando o ambiente para torná-lo mais adequado para nós mesmos. Enquanto isso essas mudanças têm um impacto negativo em muitas espécies. Esse impacto atinge muitos níveis diferentes, incluindo a probabilidade de que espécies selvagens desenvolvam câncer “, argumentam os pesquisadores.

Você também pode se interessar: O canto doce e melancólico do cardeal-amarelo

Algumas atividades humanas afetam a saúde de animais silvestres

No documento, Giraudeau e Sepp, bem como uma equipe de pesquisadores internacionais, apontam para muitas pesquisas e estudos científicos anteriores que mostram como as atividades humanas já estão afetando os animais.

Isso inclui poluição química e física em nossos oceanos e cursos de água, a liberação acidental de radiação para a atmosfera de usinas nucleares e o acúmulo de micro plásticos em ambientes terrestres e aquáticos.

Além disso, sabe-se que a exposição a pesticidas e herbicidas em terras agrícolas, a poluição luminosa artificial, a perda de diversidade genética e os animais que se alimentam de comida humana causam problemas de saúde.

O câncer em animais selvagens

“O câncer em populações selvagens é uma questão completamente ignorada e queríamos estimular a pesquisa sobre esse assunto” explicam. Em seguida acrescentam:

Nossa espécie pode influenciar fortemente a prevalência do câncer em muitas outras espécies em nosso planeta”.

Este grupo de pesquisadores destaca que o câncer foi encontrado em todas as espécies analisadas por eles.

Além disso, sabe-se que as atividades humanas influenciam fortemente a taxa de câncer em humanos. “Este impacto humano em ambientes selvagens poderia influenciar fortemente a prevalência de câncer em populações selvagens com consequências adicionais no ecossistema“.

Você também pode se interessar: Existem cachorros que são capazes de detectar câncer de mama

O que prejudica os seres humanos também pode prejudicar animais selvagens

Poluição causada pelas indústrias

Pesquisadores lembram que estudos em humanos revelam que a obesidade e a deficiência de nutrientes podem causar câncer. “Mas esses problemas foram negligenciados em animais selvagens”, dizem eles.

Além disso, ao mesmo tempo, mais e mais espécies selvagens estão em contato com fontes alimentares antropogênicas. Ou seja, eles sofrem os efeitos do resultado das atividades humanas.

Mesmo algo como luz artificial e poluição luminosa, bem como alimentos destinados a seres humanos, afeta negativamente os animais selvagens.

De fato, sabe-se também que a luz artificial durante a noite pode causar alterações hormonais e causar câncer, algo para o qual os pesquisadores chamam a atenção.

Os animais selvagens que vivem perto de cidades e estradas enfrentam o mesmo problema: não há escuridão. Por exemplo, os hormônios das aves, os mesmos que estão relacionados ao câncer em humanos, são afetados pela luz à noite.

Uma ameaça para nós e para o nosso meio ambiente

Se os seres humanos são a causa do câncer em animais selvagens, muitas espécies podem estar mais ameaçadas do que se pensava anteriormente.

No entanto, os pesquisadores acreditam que ainda temos motivos para manter a esperança.

“Para mim, o mais triste é que já sabemos o que fazer. Não devemos destruir os habitats dos animais selvagens, poluir o meio ambiente e alimentar os animais selvagens com alimentos para os seres humanos “ diz Sepp.

Em seguida o pesquisador acrescenta: “A verdade é que todos já sabem o que fazer. Mas nós não estamos fazendo isso. Dessa forma, parece que o problema é ainda mais desesperançoso do que realmente é”.

Nesse sentido, os pesquisadores têm esperança na educação: “Nossos filhos estão aprendendo muito mais sobre problemas de conservação do que nossos pais”.

“Portanto, há esperança de que os tomadores de decisão do futuro estejam mais conscientes dos efeitos antropogênicos sobre o meio ambiente“, concluem.

Giraudeau, M., Sepp, T., Ujvari, B., Ewald, P., y Thomas, F. (2018). Human activities might influence oncogenic processes in wild animal populations. Nature Ecology & Evolution2(7), 1065-1070. doi: 10.1038/s41559-018-0558-7