Ortalis ruficauda, uma ave dos trópicos

junho 1, 2020
A Ortalis ruficauda é uma ave endêmica da Colômbia, Venezuela e Trindade e Tobago. Tem uma plumagem discreta e um canto poderoso. Essa espécie contribui para a dispersão das sementes e, portanto, é considerada uma parte integrante da regeneração das florestas.

A Ortalis ruficauda é uma ave tropical da ordem dos Galliformes. Essa espécie faz parte de um antigo grupo de aves da família dos cracídeos, que agrupa cerca de cinquenta espécies e que está relacionada aos megapodiídeos. Esaes últimos são conhecidos como aves construtoras de montículos que habitam a Australásia.

Distribuição da Ortalis ruficauda

A Ortalis ruficauda vive apenas na América. É endêmica das áreas neotropicais: nordeste da Colômbia e norte da Venezuela, embora também viva em Trindade e Tobago, onde é uma das duas aves nacionais.

Habitat

A Ortalis ruficauda vive em arbustos decíduos, florestas de galeria e áreas de floresta nas planícies mais secas do nordeste da Colômbia, norte da Venezuela e Trindade e Tobago, como já mencionamos anteriormente.

Na Venezuela, a Ortalis ruficauda geralmente não habita as profundezas das florestas úmidas, preferindo arbustos, margens de riachos ou florestas baixas encontradas nas partes mais secas dos trópicos.

Características físicas

Essas aves são semelhantes em aparência e tamanho às galinhas e aos faisões. Têm uma cabeça pequena, um pescoço longo, um corpo com patas grandes e fortes e uma cauda relativamente longa. Além disso, apresentam um canto grave e ressonante.

Essa espécie apresenta uma plumagem opaca e discreta. As cores predominantes são cinza, marrom e preto, que servem como camuflagem nos galhos e no chão. As fêmeas dessa espécie também têm uma coloração marrom escura com uma porção do corpo em marrom claro.

Ortalis ruficauda

Hábitos da Ortalis ruficauda

A Ortalis ruficauda é principalmente uma ave diurna. Apresenta maior atividade nas primeiras horas antes do amanhecer, quando é possível ouvir os seus ruidosos chamados.

Essas aves preferem fazer os seus ninhos nas árvores. Alimentam-se principalmente de frutas e plantas, bem como de frutas macias, sementes, flores, brotos verdes e folhas. Devido aos seus hábitos frugívoros, essa ave é uma boa dispersora de sementes e, portanto, tem importância para a regeneração das florestas.

Estudos recentes têm colocado a Ortalis ruficauda como uma espécie indicadora do estado de conservação das florestas. Além disso, essa ave é uma espécie social que geralmente se reúne para procurar comida em bandos de 4-20 aves.

A Ortalis ruficauda geralmente descansa durante as horas mais quentes do dia. É claro que os seus locais de descanso sempre estão entre as árvores. Além disso, também tomam banhos de poeira e acredita-se que isso as ajude a lidar com parasitas externos. Entretanto, essa atitude também pode fazer parte da cerimônia de cortejo.

Reprodução

É válido destacar que essas aves são monogâmicas. Além disso, elas geralmente fazem ninhos em árvores e tanto o macho quanto a fêmea contribuem para a construção do local. Durante a época de reprodução, podem se tornar territoriais.

Em geral, essas aves põem dois ovos brancos que a fêmea incuba sozinha. Os filhotes são precociais e nascem com o instinto de escalar imediatamente e se refugiar na árvore do ninho. Além disso, são capazes de voar alguns dias após a eclosão.

Ortalis ruficauda

O canto da Ortalis ruficauda

Muitos exemplares de Ortalis ruficauda emitem sons extremamente altos. Eles têm uma traqueia muito aumentada que garante que os seus chamados possam ser ouvidos a mais de 1 km de distância.

Geralmente, os bandos de Ortalis ruficauda emitem sons muito altos em coro. No seu canto, há uma infinidade de gritos, cacarejos e grasnidos.

Estado de conservação da Ortalis ruficauda

Tradicionalmente, a família dos cracídeos é caçada nos povoados rurais dos neotrópicos, devido ao seu tamanho maior em comparação com outras aves da floresta. Por outro lado, o crescente desmatamento do seu habitat também contribui para o declínio acelerado das populações locais de cracídeos em toda a América Latina.

Um fator que pode favorecer ações para a conservação dessa espécie é que ela está se tornando uma espécie importante para a indústria do ecoturismo.

  • Rufous-vented Chachalaca (Ortalis ruficauda), In Neotropical Birds Online (T. S. Schulenberg, Editor). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY, USA. retrieved from Neotropical Birds Online: https://neotropical.birds.cornell.edu/Species-Account/nb/species/ruvcha1
  • BirdLife International (2020) Species factsheetOrtalis ruficauda. Downloaded from http://www.birdlife.org on 14/02/2020.
  • Restall, R., Rodner, C. y Lentino, M. (2006). Birds of Northern South America. EE.UU.: Yale University Press.
  • Brooks D. y Fuller R. (2006). Biología y Conservación de Crácidos . En Conserving Cracids: the most Threatened Family of Birds in the Americas (pp. 11-26). Houston, tx: Misc. Publ. Houston Mus. Nat. Sci., N.o 6.
  • Mieres-Bastidas, L., Gómez, A.,  Araujo-Quintero, A., Angulo-Pérez, M., Salazar, L., Canelones-David, K.,Pérez-Pérez, A. (2016). Estado de conservación de aves y mamíferos en agrosistemas de la cuenca del río Las Marías, estado Portuguesa, Venezuela. Avances de Investigación en Medicina Veterinaria y Producción Animal. 131.