Puma: o predador americano

· setembro 4, 2018
Esse grande felino predador, que se encontra em perigo de extinção, é um animal veloz, ágil, habilidoso e muito poderoso

O puma, popularmente conhecido como “leão americano”, é um dos maiores felinos predadores de todo o planeta. O corpo dele está perfeitamente adaptado para alcançar velocidades altíssimas e realizar grandes saltos, sendo um exímio caçador.

A intervenção humana, seja para a caça esportiva, para a expansão das cidades ou a proteção do gado, desequilibra o ecossistema e ameaça a sobrevivência do puma.

Na realidade, essa espécie se encontra em risco de extinção em muitos países onde habita. A seguir, conheceremos melhor o puma, suas características, comportamento e habitat.

puma enjaulado

O puma: características físicas e taxonomia

O puma, ou “leão da montanha”, cujo nome científico é Puma concolor, é um mamífero carnívoro da família felidae. Apresenta um corpo grande e forte, coberto por uma pelagem uniforme em tons de marrom e dourado. A cabeça é redonda e as orelhas estão sempre eretas. As pernas são fortes e musculosas, com cinco garras nos membros da frente e quatro nos de trás.

O corpo de um macho adulto pode alcançar 2,8 metros de comprimento e pesar entre 90 e 120 kg. No entanto, essa espécie apresenta certo dimorfismo sexual: as fêmeas são menores e mais leves que os machos. Uma fêmea mede entre 1,5 e 2 metros de comprimento, pesando menos do que 80 kg.

As patas traseiras são notavelmente maiores e mais fortes que as dianteiras. Isso permite ao puma realizar saltos realmente amplos e alcançar velocidades impressionantes para realizar corridas curtas. Enquanto seus saltos horizontais superam 10 metros, os impulsos verticais podem registrar 6 metros de altura.

Assim como a maioria dos felinos, os pumas também são capazes de escalar com destreza e rapidez. Em muitas situações, é possível encontrar um puma descansando ou vigiando o entorno do alto de uma árvore.

É uma atividade adaptativa impressionante, ainda mais se levarmos em conta o tamanho e peso desse felino. O grande porte, a inteligência e habilidade de caça fazem do puma um dos predadores mais potentes do planeta. A esperança de vida desses animais varia entre 8 e 13 anos.

A beleza do puma

Habitat natural dos pumas

O puma é um felino natural da América, sendo encontrado com mais frequência na região sul desse continente. Prefere viver em regiões montanhosas ou selvagens, com climas temperados e boa disponibilidade de alimentos.

Originalmente, podia ser encontrado na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Paraguai e Uruguai. Na Argentina, os pumas estão catalogados oficialmente como de Preocupação Menor (LC). Apesar disso, a espécie foi totalmente extinta em muitas províncias do país.

Por essa razão, algumas regiões estão sendo repovoadas, como as províncias de Corrientes e Entre Ríos, além da Patagônia. Os pumas se encontram protegidos graças à criação de Parques Nacionais, reconhecidos pela legislação local.

Alimentação do puma

Como originalmente habitavam regiões com abundância de fauna e flora, os pumas apresentavam uma dieta muito variada. De fato, são os felinos com maior diversidade alimentarEmbora sejam predominantemente carnívoros, também consomem alguns vegetais. Além de complementar a alimentação, os vegetais contêm fibras que facilitam a digestão.

Um puma pode caçar grandes presas, como veados, alces e ovelhas, além de pequenos animais, como lebres, camundongos e porcos-espinhos. Também são capazes de ingerir pequenos insetos quando a caça é insuficiente ou difícil de capturar.

puma

Hábitos do puma

Como um bom felino que é, o puma apresenta hábitos solitários e é muito territorial. Machos e fêmeas sexualmente ativos só se juntam para fins reprodutivos. No entanto, algumas fêmeas podem formar pequenos grupos para proteger os filhotes e garantir a alimentação deles.

Os pumas também se destacam pelas estratégias de caça. Para capturar as presas, elaboram sofisticadas emboscadas e permanecem sempre atrás do outro animal. Graças às almofadas das patas e unhas retráteis, podem avançar silenciosamente e saltar apenas no momento adequado. Então, utilizam as garras para imobilizar e abater a presa.

Depois de dominar a presa, esse grande felino leva o corpo a um lugar onde é seguro alimentar-se, sem o risco de ser perturbado. Normalmente, capturam grandes animais a cada 14 dias, mas podem aumentar a frequência da caça para alimentar os filhotes.

O puma costuma dormir durante o dia, passando longas horas descansando entre os galhos das árvores. A atividade desse felino aumenta ao entardecer ou antes do amanhecer, quando a luz do sol ainda é fraca.