Cientistas identificam nova espécie de cobra venenosa na China

A característica de uma picada foi a chave para investigar e descobrir uma nova espécie de cobra venenosa na China, um espécime que antes era confundido com seus parentes.
Cientistas identificam nova espécie de cobra venenosa na China

Última atualização: 09 fevereiro, 2022

Existem cerca de 1.428.000 organismos no mundo, dos quais cerca de 70.000 pertencem ao grupo dos vertebrados. Porém, embora esses números pareçam impressionantes, a cada dia mais descobertas são adicionadas, então os números estão aumentando. É o caso de uma nova cobra venenosa descrita na China e identificada por especialistas este ano. Você quer saber mais?

A cobra que nos interessa aqui pertence ao grupo das Kraits (gênero Bungarus). Esse conjunto inclui as cobras mais importantes do continente asiático (a nível médico) e não é à toa, pois produzem um veneno que requer cuidado. Não perca os detalhes e conheça nas próximas linhas algumas das características da nova espécie.

A descoberta

Um grupo de pesquisadores publicou informações na revista ZooKeys (2021) sobre uma nova espécie de cobra venenosa encontrada no sudoeste da China e no norte de Mianmar. Os principais cientistas da história são: Chen Ze-Ning, Shi Shen-Chao, Vogel Gernot, Li Ding e Shi Jing-Song.

O interessante da história é que os profissionais perceberam a existência dessa cobra pelas características de sua picada, já que no grupo Bungarus há exemplares que se assemelham pela aparência física e são difíceis de distinguir uns dos outros.

No caso dessa nova espécie, a picada produziu intensa dor no paciente e escurecimento ao redor da ferida. Esse fato chamou a atenção dos profissionais e levou a uma análise mais exaustiva, pois não correspondia à marca de nenhuma cobra já descrita.

Foram feitas coletas de várias cobras na província de Yunnan entre 2016 e 2019. As evidências encontradas no DNA e na morfologia dos organismos analisados permitiram estabelecer uma melhor classificação e identificar um novo espécime. As características físicas importantes estavam nos dentes dos espécimes, nas escamas, no padrão de cor e no hemipênis (órgão copulador).

A identificação e a delimitação corretas das cobras venenosas são importantes para os humanos. Por um lado, permite prevenir picadas e estabelecer um diagnóstico preciso. Por outro, é fundamental no desenvolvimento de antídotos e tratamentos de acordo com cada mordida.

Qual é o nome da nova cobra venenosa da China?

A nova serpente foi batizada de krait de Suzhen em homenagem à deusa chinesa “Bai Su Zhen” (traduzida como serpente branca), que assume a figura de um ofídio, se transforma em mulher e se apaixona por um homem nas lendas. Essa personagem é a protagonista de uma história muito popular na mitologia chinesa.

Do ponto de vista científico, a nova cobra foi chamada de Bungarus suzhenae (família Elapidae). Com ela, são 16 espécies no gênero, junto com as descobertas dos últimos anos: B. slowinski em 2005, no norte do Vietnã, e B. persicus em 2014, no Irã.

Uma cobra Krait com cores vivas.

Como é a krait de Suzhen?

A nova espécie é muito marcante, mas não se engane: ela carrega um veneno que pode ser letal. Caracteriza-se por sua coloração preta na parte dorsal (tanto na cabeça quanto no corpo), com entre 26 e 38 faixas brancas (algumas incompletas) e 12 na região da cauda.

A região ventral é clara (branco-amarelada). As escamas da cabeça são lisas e, além disso, o réptil tem olhos pequenos, de formato oval e de cor escura.

No caso da taxonomia de B. suzhenae, o número de faixas é um dos aspectos usados para diferenciá-lo de outras kraits.

O tamanho da espécie é variável. Um dos jovens espécimes coletados media 620 milímetros de corpo e 109 de cauda, totalizando 729 (72,9 centímetros). Por sua vez, um macho adulto atingiu até 1.140 milímetros, o que equivale a 114 centímetros.

Outro aspecto que se destaca em sua morfologia é a presença de 3 dentes posteriores superiores com ligeira curvatura para trás. Os hemipênis são grandes, ligeiramente alongados e com espinhos semelhantes a presas. Têm consistência dura, pois são queratinizados.

Outras características da nova cobra chinesa

O réptil Bungarus suzhenae foi coletado em áreas cultivadas com arroz ou em riachos de florestas de monção com ampla faixa de altitude, entre 800 e 1560 metros. Na área geográfica do condado de Yingjiang na província de Yunnan (China) e no estado de Kachin em Mianmar.

Um fato curioso é que em cativeiro essa espécie consome enguias e outras pequenas cobras e não gosta de sapos e ratos.

Não conhecemos parte da biodiversidade do nosso planeta, pois a cada dia mais espécimes são adicionados à lista dos seres vivos. É o caso da nova cobra venenosa da China: a krait de Suzhen ou Bungarus suzhenae.

Como vimos, o réptil que apresentamos aqui é uma cobra impressionante com uma cor preta no dorso, onde se destacam várias faixas brancas. No entanto, produz um veneno que pode ser letal e cuja picada é bastante dolorosa, por isso tenha cuidado se um dia a encontrar.

This might interest you...
Existem lagartos venenosos?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Existem lagartos venenosos?

Existem inúmeras espécies de lagartos venenosos, desde lagartos monitores até monstros Gila. Todos eles pertencem ao clado Toxicofera.



  • Kuch, U., Kizirian, D., Nguyen, Q., Lawson, R., Donnelly, M., & Mebs, D. (2005). A new species of krait (Squamata: Elapidae) from the Red River System of Nothern Vietnam. Copeia, 4, 818-833.
  • Ze-Ning, C., Shen-Chao, S., Gernot, V., Li, D., & Jing-Song, S.(2021). Multiple lines of evidence reveal a new species of Krait (Squamata, Elapidae, Bungarus) from Southwestern China and Northern Myanmar. Zookeys, 1025, 35-71.