Os 10 maiores répteis do mundo

Ao contrário do que parece, nem todos os répteis grandes tendem a perder mobilidade devido ao seu peso. De fato, vários deles são excelentes caçadores e têm a capacidade de perseguir suas presas em terra ou na água.
Os 10 maiores répteis do mundo

Última atualização: 06 junho, 2022

Os répteis são um dos grupos taxonômicos mais curiosos e peculiares que existem, pois sua aparência escamosa lembra muito os famosos dinossauros. Embora não tenham o imenso tamanho desses seres, ainda existem algumas espécies que são bastante grandes e incríveis.

O grupo de répteis tem tido muito sucesso na conquista de ambientes terrestres e aquáticos. Portanto, é possível encontrá-los em quase todos os ecossistemas do mundo. Embora tenham tamanhos variáveis, alguns exemplares atingem vários metros de comprimento. Continue a leitura e descubra quais são os maiores répteis que existem.

Répteis com tamanhos incríveis

Os répteis são um grupo diversificado que contém diferentes espécies de lagartos, cobras, crocodilos, camaleões e iguanas. Embora muitos deles tenham tamanhos bastante pequenos e compactos, alguns são capazes de atingir tamanhos impressionantes. Conheça o maior abaixo.

1. Tartaruga-aligator (Macrochelys temminckii)

A tartaruga-aligator tem uma das aparências mais assustadoras entre os répteis, pois sua carapaça possui vários espinhos que lembram muito certos dinossauros. Geralmente, tem um comprimento de 75 centímetros e um peso de quase 80 quilos. É uma espécie carnívora que se alimenta de peixes, aves, crustáceos, anfíbios e mamíferos. Sua mordida é tão poderosa que quase nenhum outro animal pode enfrentá-lo.

Tartaruga-aligator de boca aberta.

2. Papa-pinto (Drymarchon corais)

A papa-pinto é considerada a maior cobra não venenosa conhecida, pois tem um comprimento que pode ultrapassar 2 metros. É uma espécie bastante tímida que se alimenta de alguns pássaros, lagartos e até de outras cobras menores. Sua mordida não é tóxica, mas em humanos pode desencadear uma reação anafilática perigosa.

3. Crocodilo-do-nilo (Crocodylus niloticus)

O crocodilo-do-nilo é uma das maiores espécies de répteis do mundo, perdendo apenas para o crocodilo-de-água-salgada. Atinge um tamanho máximo de quase 6 metros de comprimento e um peso de 700 quilos, embora poucos exemplares atinjam essas dimensões. No entanto, graças ao seu tamanho e à sua mordida poderosa, é considerado um dos mais ferozes predadores aquáticos.

Um dos tipos de crocodilo.

4. Monstro-de-gila (Heloderma suspectum)

O monstro-de-gila se destaca por seu tamanho e sua capacidade de produzir veneno. Embora não seja o maior lagarto do mundo, defende-se com um tamanho de 60 centímetros de comprimento e um peso de 70 quilos. Além disso, pertence ao único gênero de lagartos capaz de gerar toxinas e injetá-las em suas vítimas, razão pela qual tem sido foco de diversos pesquisadores.

5. Gavial (Gavialis gangeticus)

Os gaviais são os parentes mais próximos dos crocodilos, o que é possível observar devido à grande semelhança entre ambos. No entanto, esses répteis se distinguem por terem um focinho fino e alongado que é muito útil para a pesca. Seu corpo tem quase seis metros de comprimento, pesando entre 160 e 250 quilos.

6. Sucuri-verde (Eunectes murinus)

A sucuri-verde é reconhecida por ter um tamanho incrível: entre 2 e 7 metros de comprimento. Tornou-se famosa graças à sua curiosa capacidade de constrição, com a qual captura e imobiliza suas presas antes de devorá-las. De fato, ao contrário de outros animais, a sucuri-verde não tritura a comida antes de engoli-la. Por esse motivo, sua digestão geralmente leva semanas e ela demora muito tempo para se alimentar novamente.

7. Tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea)

Entre as tartarugas marinhas, a tartaruga-de-couro é considerada a maior de todas. Ela tem um tamanho que excede 2 metros de comprimento e 600 quilos de peso. Ao contrário de outras tartarugas semelhantes, sua carapaça é composta por tecido conjuntivo com textura macia, o que lhe rendeu o apelido de tartaruga-de-couro.

Como os répteis respiram?

8. Crocodilo-americano (Crocodylus acutus)

Como o próprio nome sugere, essa espécie de crocodilo está distribuída em grande parte da América Central. Tem um tamanho médio entre 3 e 5 metros de comprimento, mas foram registrados exemplares de até 6 metros. Apesar de ser um dos maiores e mais ferozes répteis do mundo, sua população corre risco com o comércio ilegal de peles.

9. Dragão-de-komodo (Varanus komodoensis)

O dragão-de-komodo é considerado o maior lagarto do mundo, pois possui tamanho médio de 3 metros de comprimento e cerca de 70 quilos de peso. Graças à sua enorme aparência, tornou-se um predador de topo. No entanto, a União Internacional para a Conservação da Natureza o classifica como uma espécie ameaçada de extinção.

10. Crocodilo-de-água-salgada (Crocodylus porosus)

O crocodilo-de-água-salgada é o maior réptil do mundo. Mede entre 4,5 e 7 metros em média, embora existam relatos de exemplares que tenham atingido 8,5 metros de comprimento. Além disso, é um predador feroz e ágil que se move rapidamente tanto em terra quanto na água. Por essa razão, foi considerada a espécie de crocodilo mais perigosa que existe.

Crocodilo-de-água-salgada: alimentação

Como você pode ver, um grande número de espécies atinge tamanhos impressionantes. Embora esses animais nunca cheguem ao mesmo tamanho dos antigos dinossauros, isso não os impede de serem predadores ferozes e perigosos.

Pode interessar a você...
Os 10 répteis mais perigosos
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Os 10 répteis mais perigosos

Alguns répteis possuem mecanismos de defesa que os tornam os seres mais perigosos da natureza. Conheça quais são eles aqui.



  • Prado-Franceschi, J., & Hyslop, S. (2002). South American colubrid envenomations. Journal of Toxicology: Toxin Reviews, 21(1-2), 117-158.
  • Peters, J. A. y Orejas-Miranda, B. (1970). Catalogue of the neotropical Squamata: Part I. Snakes. United States National Museum Bulletin 297:1-347.
  • Canseco-Márquez, L. & Gutiérrez-Mayén (2010). Anfibios y reptiles del Valle de Tehuacán-Cuicatlán. CONABIO.
  • Unión Internacional para la Conservación de la Naturaleza (UICN). (2021) Tuna species recovering despite growing pressures on marine life – IUCN Red List. Recuperado el 30 de marzo de 2022, disponible en: https://www.iucn.org/news/species/202109/tuna-species-recovering-despite-growing-pressures-marine-life-iucn-red-list